Julho das juventudes na Igreja

Quarta, 04 de Julho de 2018.

Hoje, vivemos um novo passo das iniciativas de evangelização das juventudes no Brasil. Estas iniciativas estão agora articuladas pelo projeto IDE, da CNBB-Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Neste mês de julho, cada expressão a partir de seu carisma, aprofundará a experiência da comunhão eclesial com e pelas juventudes. Daí, Dom Vilson Basso, bispo de Imperatriz (MA) e Presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, na CNBB,dizer: É o “Julho das juventudes”. Neste mês, quatro encontros de diferentes expressões juvenis de evangelização. “Reuniremos nesses encontros nacionais em torno de 2 mil lideranças, o que é uma coisa maravilhosa e que nos ajuda a impulsionar o trabalho com jovens em nosso país”.
A proposta de realização desses grandes eventos no mesmo ano veio da referida Comissão para a Juventude da CNBB. É por isso que, desde janeiro, com o Encontro Nacional da Pastoral da Juventude (ENPJ), realizado em Rio Branco (AC) – no qual participaram dois jovens trirrienses: Galdino e Franciele -, acontecem os eventos relacionados à Pastoral Juvenil. Nesse mês, em Goiânia, haverá o Congresso Nacional da Pastoral da Juventude no Meio Popular; no Rio de Janeiro (RJ), o Encontro Nacional dos Movimentos e Novas Comunidades; e em São Paulo (SP), o Encontro Nacional das Congregações que trabalham com jovens e o primeiro Encontro Nacional dos grupos jovens paroquiais.
Tudo isso “mostra a riqueza e a diversidade” da juventude católica no Brasil, como afirma o bispo referencial. “E mostra as possibilidades que temos de chegar onde o jovem está. Temos a PJ nas comunidades, no meio popular, nas escolas, a rural, temos os movimentos que estão espalhados em todo o país, novas comunidades, congregações que trabalham com jovens e temos os grupos jovens paroquiais, que é uma nova expressão”.
Esta realização dos eventos em um período próximo está relacionada à proposta evangelizadora do projeto IDE, que, segundo Dom Vilson, é o “rumo comum para todas essas expressões juvenis”, assim como o Rota 300, realizado entre 2015 e 2017. O objetivo é alcançar os milhares de grupos de jovens e diferentes expressões juvenis que ajudam a chegar de fato onde o jovem está. “Ali queremos que chegue a alegria do evangelho, a beleza de Jesus Cristo e o caminho que ele propõe”.
A nova iniciativa, aprovada em setembro do ano passado, conta com os projetos de missão, formação, de estruturas de acompanhamento, de ecologia e políticas públicas, abrangendo, segundo o mesmo bispo, a missão dentro e fora da Igreja.“O jovem sendo fermento na massa, presença de Deus e da Igreja em todos os ambientes onde eles vivem. A partir de uma experiência com Jesus, que muda as suas vidas, eles levam também esse testemunho de vida feliz, seguindo Jesus, para os jovens com quem eles encontram”.
No limite desta coluna, gostaria de dar destaque ao 5º CONGRESSO DA PJMP-Pastoral da Juventude no Meio Popular, nos próximos dias 9 a 13 de julho, em Goiânia (GO), com o objetivo de refletir sobre a caminhada pastoral e seus desafios, celebrar a fé e a vida dos jovens do meio popular e reunir todos (as) os que partilham desta mística e espiritualidade libertadoras de Jesus Cristo.O tema escolhido é “Águas e Profecias: Luzes do Meio Popular Gerando Vidas” e o lema “Juventude e seu Protagonismo, Resistência e Liberdade”.
E, concomitantemente a Pastoral Juvenil em nossa cidade – EAC,SEGUE-ME, Nova Aliança, JUFAC e a PJ estarão também realizando os seus encontros. Destaco a PJ - que acompanho pessoalmente – que estará realizando o 6º Encontrão Paroquial da Juventude, aqui no Triângulo, no dia 20 de julho, em preparação à VI Romaria Estadual da Pastoral da Juventude, em Piraí, no 29 de julho, sob o tema “PJ, nosso jeito de ser Igreja”. Já estão igualmente agendados, em sintonia com a mesma temática, o 2º EDPJ-Encontro Diocesano da Pastoral da Juventude para17 a 19 de agosto; e o 7º Acampamento Paroquial da Pastoral da Juventude, para 21-23 de setembro. Jovens evangelizado jovens! Que sinal de Esperança! “Copa” vitoriosa!

Medoro, irmão menor-padre pecador

Por Padre Medoro

B01 - 728x90