O que é preciso para você ser feliz?

Quinta, 07 de Junho de 2018.

Certa jovem, após um dia inteiro de trabalho, resolveu sair para dar uma volta e procurar distrair a mente dos problemas e atribuições do dia a dia. Enquanto andava pelas ruas, ela só conseguia pensar em todos os problemas que tinha e um deles era conseguir dinheiro para pagar o carro novo que tanto desejava. Mas, ela se esqueceu que aquela seria a segunda vez no ano que ela iria trocar de carro. Mas, infelizmente aquela jovem só tinha uma preocupação em sua vida, que era achar que através dos bens materiais, de roupas caras e de marcas famosas que ela alcançaria a felicidade. Só que nada a satisfazia, ela estava sempre precisando comprar cada vez mais. Então, que felicidade é essa? Ela só não imaginava que naquele dia, ao resolver sair para caminhar, encontraria a resposta para o que procurava a vida inteira. Foi quando ela cansou de caminhar e foi procurar um local para sentar. Depois de algum tempo, ela encontrou um banco de uma praça e foi ali que ela sentou. Mas de repente sentou perto dela uma adolescente que deveria ter no máximo treze anos. E a jovem reparou que a adolescente, ao contrário dela, estava muito feliz e qualquer pessoa podia notar a felicidade que ela sentia. E do nada a menina cumprimentou a jovem e começou a puxar conversa. Essa atitude da menina surpreendeu a jovem. Afinal, adolescentes não são assim. Dificilmente puxam conversa com alguém, ainda mais com uma desconhecida. Isso deu coragem à jovem de perguntar a menina qual era o motivo de tanta felicidade. A menina mais que depressa respondeu: sabe moça, estou muito feliz mesmo! Como você sabe? A jovem respondeu: está na sua cara, qualquer um consegue ver o quanto você está feliz. Por favor, me diga o motivo de tanta felicidade! Então, a menina com um largo sorriso disse: moça o motivo da minha felicidade é que meu pai conseguiu arrumar um emprego, depois de três anos sem conseguir trabalhar. Minha mãe tem feito faxina para comprar comida e ajudar no que pode. Mas o que ela ganha não estava dando para pagar o aluguel do quartinho que a gente mora e o dono do quartinho já tinha dito que teria que nos despejar por falta de pagamento. Nossas coisas já estavam todas amontoadas para morarmos na rua, porque ninguém quis nos ajudar. Só que hoje um milagre aconteceu. Meu pai chegou em casa chorando e disse que não vamos mais morar na rua porque ele conseguiu um trabalho como caseiro de uma fazenda e agora ele tem um emprego e ainda teremos uma casa para morar. Esse é o motivo da minha felicidade moça. O que me faz feliz hoje é saber que eu e minha família temos onde morar.


Por Suzane Ferreira

B01 - 728x90