Mapeamento de áreas de risco também será feito em outros três municípios da região
Por Redação - 20/07/2012, 14h01
Assim como o distrito de Jamapará, em Sapucaia - onde uma tragédia tirou a vida de vinte e duas pessoas em janeiro deste ano por conta de um deslizamento de terra - outros três municípios da região foram inseridos no novo mapeamento de áreas de risco iminente feito pelo Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro (DRM-RJ): Três Rios, Paraíba do Sul e Comendador Levy Gasparian.
 
O DRM irá realizar oficinas técnicas nos municípios, que são a primeira fase do mapeamento, quando se reúnem os técnicos do DRM-RJ, da empresa contratada, REGEA Geologia e Estudos Ambientais Ltda, e representantes da Coordenação Municipal de Defesa Civil (COMDEC), para apresentação da metodologia do mapeamento e indicação, pelos representantes do município, dos setores de risco iminente a escorregamentos. Após a oficina,  a empresa produz um mapa preliminar dos setores de escorregamentos para auxiliar o mapeamento pela equipe de geólogos. A próxima fase do trabalho é o sobrevoo destas áreas para obtenção de fotografias atualizadas, que serão utilizadas pelos geólogos para percorrer cada uma das áreas, avaliando o risco existente. A última etapa é a confecção do mapa de risco iminente do município, identificando os setores de risco iminente, casas ameaçadas e o número de pessoas expostas. O produto final, que será entregue às autoridades municipais e estaduais, é constituído deste mapa, acompanhado de fichas detalhadas correspondentes a cada setor, indicando soluções geotécnicas para cada um dos casos de risco iminente detectados pela equipe de mapeamento. O prazo de mapeamento para os serviços é de seis meses e os resultados já serão encaminhados às Defesas Civis municipais à medida que fiquem prontos.
 
Em Três Rios, a reunião acontece no dia 30 de julho.
 
Comentários
Mais de Região