A Deus

Sábado, 28 de Setembro de 2019.

A Deus

Nesta hora, melhor juntar os cacos da nossa história e afastar palavras tristes de despedida. Palavras como adeus. E retribuir a Deus uma das suas concepções mais bonitas.
O que fazer se ele chamou de volta, quem sabe perdeu a receita, de uma de suas melhores e mais fraternas criaturas?

Que cuidou tão bem da Regina, como se fosse sua irmã, sempre apoiou seu irmão mais humilde e sofrido, o Bebeto, e jamais faltou ao bazar beneficente da Dona Geraldina.

Ter sido o que você foi nesta vida, ao abrir mão dos seus sonhos em prol dos meus e dos nossos filhos, não foi uma missão para qualquer uma. Havia sempre uma formatura, uma palestra, um casamento dos filhos que você colocava à frente de um vestido. Uma viagem que sempre sonhou e adiou para Búzios porque gastei nossas economias editando mais um livro.

Respeitar o seu tempo, Rossana, entender sua precoce partida, será complicado para seres imperfeitos e egoístas como fomos. Será preciso me revirar na cama, procurar em seus cabides rastros da felicidade e buscar explicações no silencio dos corredores, da sala e da cozinha....

Acima de tudo, da dor e da saudade, é preciso ser justo. E grato a Deus pela oportunidade concedida de conhecer uma mulher da sua grandeza, beleza e generosidade.

Descanse em paz. Eu te amo.

 

Coluna Especial que segue apenas neste site. O diretor-presidente do Entre-Rios Jornal e toda a equipe deste periódico se solidarizam junto ao amigo colaborador José Roberto Padilha neste momento de despedida de uma pessoa especial. Que Deus conforte todos os corações enlutados por esta irreparável perda. Nosso sentimento de pesar aos familiares e amigos.

Por José Roberto Lopes Padilha

Crédito da Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal

B01 - 728x90