ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Ballet de esperança

Quinta, 04 de Junho de 2020.

Atualizado em Quarta, 03 de Junho de 2020 às 18:06 horas.

  Ballet de esperança

Em um ballet de esperança os véus são retirados pouco a pouco dos seus olhos, o horizonte, o sol, o céu, as estrelas todos nus, e você também se desnuda. Os grandes encontros podem começar, podem acontecer, aqueles que já estavam mais do que marcados para hoje.
Há uma beleza diferente na vida que não era vista antes. Há uma beleza e uma poesia especial em respirar, e em tudo o que não se via antes. Há um olhar profundo que insiste em ver o outro, sentir de verdade suas necessidades, sentir melhor a sua presença e importância, ainda que em distância física.
Há um apelo precioso de bem querer, de se entender. Há uma conexão com os prazeres, há uma vontade de se proteger, de se olhar bem lá no fundo e de encontrar toda a tristeza e toda beleza que você não conseguia enxergar antes.
Neste ballet é preciso prestar atenção em cada passo, sentir o corpo e a mente. Essa sintonia te leva a diversos questionamentos. Já se perguntou do que tanto se distanciou? Do que tanto se escondeu?
Para muitas pessoas, a presença de tanta dor ausentou o puro amor e confundiu tudo. Hoje a vida te ensina a dançar diferente e se revelar no puro amor.
Os amigos de sempre estão ainda mais presentes, os novos e inesperados amigos surgem, aparecem também afinidades, entrosamento, e você percebe como tudo ficou mais intenso agora.
Hoje consegue perceber quanto amor existe em sua vida, e quer estar ainda mais próximo. O amor transborda, e todos os melhores sentimentos também.
Você consegue perceber com mais tranquilidade, sem nenhuma ansiedade, o seu real valor. Percebe muito melhor a sua importância, percebe o quanto carinho e afeto estão próximos de você.
Neste nova dança quem comanda é o afeto, é ele que fala mais alto, o carinho que tanto queremos e estamos de mãos juntas, assim como em um padedê (pas de deux), são as mãos dadas que fazem todo sentido.
Seguimos nesse ballet de esperança com mais alma, com mais calma, pé descalço e olho no olho. São tempos para desnudar as emoções, saber que o choro e o riso realmente contam, atendendo que é o prazer maior da alma que tanto se quer.
Depois de tudo, o que ficará será pouco, mas terá imenso valor e significado, e nada mais fará tanto sentido do que o que é de verdade, e do que representa as pessoas de verdade em sua vida.
Porque depois de tudo, cada gesto, cada emoção, atenção e palavra são preciosas, são jóias raras. Pessoas tão distantes que se tornaram tão presentes e elas são muito importantes agora.
Você se vê dançando na sala, na varanda, às vezes uma paz, mas nenhum sentimento ameaça mais, todos contribuem, alivia o excesso ou a falta.
Você não tinha ideia como a vida era tão incrível! Neste novo formato de vida, do viver, percebe coisas incríveis, percebe que tudo que tem real valor cabe no seu coração. Hoje só existem as coisas simples, a felicidade descomprometida, o riso leve, o pensar suave e e tudo o que está no seu coração.
De repente existe maior beleza no nascer do sol, no espetáculo de cada dia, existe um brilho no seu olhar. Existe agora a necessidade principal de viver, uma necessidade de olhar junto com outro na mesma direção e perguntar com todo o interesse ao outro: Como se sente? E ouvir e querer saber das suas necessidades. Há uma vontade de sentar com alguém no chão, com alguém especial e apreciar a lua, o céu e as estrelas, em silêncio de mãos dadas.
Certamente dias melhores virão!

Por Patrícia Tavares