Condenação dos Ativistas das Manifestações de 2013 E 2014: “frágeis testemunhas de um crime tão vulgar”

Sexta, 20 de Julho de 2018.

A condenação de 23 militantes por sua atuação nas manifestações de 2013 e 2014 pelo juiz Flavio Itabaiana do Tribunal de Justiça do Rio de Janeira lança luz para um quadro de criminalização das lutas sociais. O referido juiz afirmou em sua sentença que os manifestantes atentavam com o executivo e o legislativo do estado do Rio de Janeiro, em função das ações do OCUPA CÂMARA (dos vereadores do Rio de Janeiro, em que manifestantes ocuparam as escadarias da casa) e OCUPA CABRAL (ocupação na esquina da casa do então governador Sergio Cabral, hoje preso e condenado em diversos processos por corrupção).
As grandes manifestações de junho de 2013 foram iniciadas a partir do movimento do Passe Livre em São Paulo, fortemente reprimida pela polícia militar paulista. Depois, o aumento da passagem de ônibus na cidade do Rio de Janeiro e a realização da Copa das Confederações de FUTEBOL FIFA de 15 a 30 de junho de 2013, com jogos em diversas cidades brasileiras, também implicaram em manifestações em funções das fortes críticas aos gastos realizados pelos governos em obras relacionadas diretamente ao evento.
Podemos dizer que foram as primeiras grandes mobilizações populares- no sentido de juntar pessoas e não por suas pautas e questões. Para uma geração de brasileiros não que viveram as fortes mobilizações dos anos 1980 e início dos 1990, foram as primeiras experiências de estar nas ruas protestando.
Aqueles que sempre estiveram nas ruas- como esse professor e bravíssimas companheiras e companheiros- 2013 foi um misto de admiração e medo. Admiração porque tudo que desejávamos eram as ruas cheias de gente manifestando por direitos. Cansamos de fazer atos e marchas que juntavam 2 ou 3 mil pessoas. De repente ver 500 mil pessoas pelas ruas do Centro do Rio de Janeiro era algo emocionante. Ao tempo, a identificar tendências protofascistas na conduta de alguns manifestantes- recusa à presença de bandeiras de partidos políticos de esquerda (até porque nenhum militante do DEM, PMDB, PP, PR, PRB, PTB, PSC levou a bandeira de seu partido às manifestações) e de sindicatos. Houve casos de militantes do PSTU, PCB e PSOL que foram agredidos nas manifestações de 2013 por portarem bandeiras de seus partidos. É preciso deixar claro que não é crime ser filiado a partido político algum.
As grandes manifestações ficaram conhecidas pela ação dos chamados blacks blocs. Geralmente grupos de mascarados que atuavam com ações em equipamentos públicos (pontos de ônibus sobretudo) em equipamentos privados (vidraças de bancos e outros lugares). Também ficaram conhecidos por ações contras forças policiais. Geralmente apareciam a frente das manifestações na linha de frente às forças policiais. Havia fortes suspeitas que alguns fossem pessoas deliberadamente infiltradas para causar distúrbios nas manifestações e provocar reação policial. Muitas vezes, lançavam coquéteis molotov ou pedras (quase sempre sem acertá-los) perto das forças policiais. As fontes de reportagens da época dão noção da dimensão da questão. (http://g1.globo. com/rio-de-janeiro/noticia/2013/07/cabral-diz-que-nao-sabia-de-policiais-infiltrados-em-manifestacoes-no-rio.html) (https://odia.ig.com.br/conteudo/noticia/ rio-de-janeiro/2013-07-26/infiltrados-ou-agentes-de-inteligencia-acao-de-policiais-a-paisana-e-discutida.html.) Alguns vídeos mostram ação de infiltrados com expressa intenção de causar distúrbios em manifestações e gerar ou justificar violenta ação policial.
a) https://www.youtube.com/watch?v=rqrqiAJP_-s
policial infiltrado nas fileiras do batalhão de choque.
b) https://www.youtube.com/watch?v=OC_rns9bSG0 lança coquetel molotov e volta para fileira de policiais após identificar-se.
Quem eram de fato os arruaceiros das manifestações? É normal que as forças de segurança usem servidores a paisana. Contudo, é inadmissível qualquer ação desestabilizadora.

Marcelo Paula de Melo é doutor em Serviço Social (UFRJ) e professor da EEFD-UFRJ

Por Marcelo Melo

B01 - 728x90