Cuidados quanto a alimentação do trabalhador

“Intoxicação Alimentar”

Sábado, 09 de Fevereiro de 2019.

Cuidados quanto a alimentação do trabalhador

O Brasil é um país de clima tropical no qual constantemente nos vemos cercados pelo calor, calor esse que pode trazer uma série de benefícios e malefícios ao trabalhador, no texto de hoje ressaltamos para um possível malefício. Nem todas as empresas e/ou instituições têm os cuidados necessários quanto à alimentação de seus trabalhadores, os alimentos muitas das vezes são servidos de forma desordenada e coletiva, não levando em conta as necessidades individuais, bem como a procedência de tais alimentos. É importante levar em conta a procedência da comida servida em todas as estações do ano, existindo ou inexistindo o calor, mas principalmente no verão onde a tendência de que os alimentos venham a estragar é maior, se faz necessário um acompanhamento das condições de higiene, saber como alimento é manuseado, armazenado e servido. Não são raros os casos de “Intoxicação Alimentar” ocasionados pela ingestão de comida contaminada, que contém organismos prejudiciais ao nosso corpo, como parasitas, vírus ou bactérias. Tais parasitas podem se espalhar por qualquer tipo de alimento desde peixes, ostras, ovos, maionese, líquidos, a própria carne crua dentre outros. Independente do micro-organismo determinante, os efeitos da intoxicação são semelhantes e podem ocasionar sintomas muito desagradáveis, dentre os mais comuns podemos citar as náuseas, dor de cabeça, dor abdominal, cólicas, vômitos, diarreia (em certos casos com muco, pus ou sangue), desidratação, fraqueza geral ou cansaço, perda de peso, queda da pressão arterial, e claro, febre. É de extrema importância procurar ajuda médica junto aos profissionais da área de saúde, assim, o paciente será diagnosticado e tratado. É importante que o indivíduo se mantenha hidratado e ingira muitos líquidos, como água, sucos de frutas naturais, chás, água de coco, sais de reidratação oral e bebidas isotônicas para que exista uma reposição dos líquidos perdidos no processo de intoxicação. Os sintomas da intoxicação podem ter início dentro de minutos ou horas após a ingestão do alimento contaminado, mas pode vir a demorar dias ou até mesmo semanas em determinados casos. A intoxicação alimentar dura de forma geral em torno de 1 (um) a 10 (dez) dias.Deve-se ter uma especial atenção aos alimentos ingeridos também fora do ambiente de trabalho, nos lares e nas ruas, nas famosas barraquinhas, restaurantes e lanchonetes, faz-se necessário lavar as mãos antes da alimentação, já que estamos constantemente expostos a micro-organismos, lidando de forma direta com chaves, portas, mesas, canetas, brinquedos, celulares e etc. Devemos aprender a lidar com esses inimigos invisíveis para que não nos tornemos vítimas da Intoxicação Alimentar. Sempre falo que é melhor prevenir do que remediar e isso não se difere em relação aos alimentos, o risco existe e devemos ficar alertas a todo instante. Consagre ao senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos.

Por Jheancarlos Garcia

B01 - 728x90