Cultura permanece com Secretaria

FICASEC!

Sábado, 24 de Novembro de 2018.

Cultura permanece com Secretaria Representantes dos setores culturais e instituições de arte e cultura em reunião com o governador eleito do Estado do RJ

A nota abaixo, com assinaturas de 450 representantes de 83 cidades do nosso Estado mobilizados entre os dois feriados de15 e 20 de novembro foi entregue dia 19, pelos organizadores do Manifesto em Apoio a SEC RJ, na Comissão de Transição, na sede da Firjan RJ,com solicitação de audiência com o governador eleito.Wilson Witzel recebeu na quinta-feira (21), uma comissão com 16 representantes do movimento dossetores culturais e instituições de arte e cultura. O governador eleito ouviu a comissão e anunciou na reunião a permanência da Secretaria de Estado de Cultura e o nome do titular da pasta da Cultura Fluminense -Ruan Fernandes Lira.

Sr. Governador Eleito Wilson Witzel
Nós abaixo-assinados, artistas, produtores e fazedores de cultura, gestores culturais e conselheiros de cultura, representantes de movimentos culturais, cidadãos e cidadãs do Estado do Rio de Janeiro, viemos a público reafirmar o nosso apoio à permanência da Secretaria de Estado de Cultura do RJ (SEC).
Acreditamos que a SEC RJ é espaço plural e fundamental de desenvolvimento de políticas públicas culturais, que tornou o Rio de Janeiro uma referência nacional e internacional.
Aprovada em 2015, o RJ tem hoje a Lei Estadual de Cultura, onde a permanência da SEC é imprescindível para consolidar políticas culturais que integram os 92 Municípios.
É de extrema relevância nesse momento econômico do nosso Estado, que os Setores Culturais e da Economia Criativa que são os que mais crescem e geram empregos no mundo, a chamada “nova economia”, seja central para o desenvolvimento econômico do estado através da sua maior vocação.
Só sairemos da crise reinventando e diversificando nossas matrizes econômicas.
A Economia Criativa gera hoje 2,7% do PIB do país e mais de um milhão de empregos diretos. Somente na capital, são movimentados R$ 11 bilhões por ano, alcançando milhares de trabalhadores.
E ainda, a Cultura é potente estratégia para atenuar a violência.
Reiteramos a força da Cultura como indutora do desenvolvimento e de um novotempo para o Estado do Rio de Janeiro.

Para isso é fundamental: FICASEC!




 

Por Vera Alves - Cultura Centro-Sul

B01 - 728x90