ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Da série eu juro que vi, ou acredite se quiser, eis um gol meu no Maracanã

Quinta, 02 de Abril de 2020.

  Da série eu juro que vi, ou acredite se quiser, eis um gol meu no Maracanã

Desde então, passados 46 anos e alguns meses, ficou guardada em barris de carvalho a camisa 5 do Corinthians, trocada com o Tião, como uma relíquia.
Como Armandinho, ponta esquerda recuado, sabia que gols seriam muito raros.
Ontem o Junior nos convidou para participar de uma campanha bacana "Nascemos para dar passes e pronto". Cada jogador doaria uma lembrança para ajudar a quem mais precisa neste momento complicado.
E lá se foi nossa camisa pelo Sedex. Agora sei porque minha mãe, irmãs, namorada e esposa a guardaram com tanto carinho.
Um dia nos iríamos poder retribuir tanto apoio que vinha das arquibancadas.
Muito feliz por está atitude tão bacana dos jogadores de futebol.
Parabéns, Maestro!

Por José Roberto Lopes Padilha

Crédito da Foto: Reprodução

B01 - 728x90