DEPRESSÃO NÃO TEM IDADE!

Por Edgar Antunes

Terça, 23 de Outubro de 2018.

É DOENÇA SIM!


Você já deve ter ouvido mais de uma vez que a depressão não é doença, não é mesmo?
Saiba que a depressão pode prejudicar muito a qualidade das relações na família, no trabalho ou com os amigos. A depressão é uma doença e deve ser tratada. Quanto antes consultar um médico, mais rápido e fácil será a recuperação. Os indícios mais evidentes da depressão são a tristeza prolongada por mais de duas vezes, apatia e falta de prazer pela vida. A depressão não atinge somente as pessoas com mais idade. Ela pode chegar cedo, já na infância, ou então na adolescência, complicada fase de transição para a idade adulta. Contudo, quando ela surge na terceira idade, nem sempre é identificada e tratada rapidamente, podendo causar sérios danos a vida do idoso.
A depressão é um problema sério de saúde que só é desencadeado em pessoas que tenham uma predisposição biológica para tal. Por isso, as terapias alternativas (terapias integrativas) aqui apresentados servem apenas para impedir que o problema venha à tona ou para minimizar os sintomas da depressão leve ou moderada.
Na terceira idade, a depressão pode apresentar sintomas menos intensos. Outra confusão a se desfazer é a de que idosos tem mais depressão que jovens. Estes mitos geram visões preconceituosas. Considerar normal a depressão no idoso adia o tratamento ou medidas que melhorem os cuidados com a saúde e aprimoram as atividades físicas e intelectuais. Envelhecer não significa estar na sala de espera da hora da morte. “Fui moço, agora estou velho” e daí? São palavras da meditação bíblica.
A Bíblia é generosa ao tratar a velhice e cita o Salmo 71,9 – que diz o seguinte: “Não me rejeites no tempo da velhice, não me desampares quando se for acabando a minha força”.
Conheça outras formas terapêuticas preventivas contra esse tipo de transtorno que devido há uma série de circunstâncias vem avançando silenciosamente. Acupuntura – Aromaterapia – Cromoterapia – Homeopatia – Meditação – Reflexologia – Reiki – Shiatsu – Ioga – Tai Chi Chuan – Arteterapia – Dança Circular – Biodança – Lian Gong e outras modalidades... Todas elas hoje incluídas na Portaria 849 do Ministério da Saúde integrados na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Estas práticas, todas em atividades, muito contribuirão para a complementação do atendimento médico.

Edgar Antunes - Terapêuta Holístico Corporal:
é formado pela AFICORJ Associação de Filosofia e Cultura Oriental
e pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro-RJ.
Inf.: (24) 98844-3377
2255-5418

Por Edgar Antunes

B01 - 728x90