É possível manter uma conta bancária sem pagar nada?

Segunda, 29 de Abril de 2019.

Ao tentar abrir uma conta bancária, é comum que os gerentes ofertem aos clientes uma série de opções de pacotes, com tarifas das mais diversas. Muitas vezes, o consumidor contrata serviços que não utiliza. Por outro lado, sempre encontramos pessoas que reclamam por pagar um valor muito alto para manter a conta corrente.
Mas o consumidor atento pode valer-se de seu direito, e exigir do banco um Pacote de Serviços Essenciais Gratuito.
O Banco Central do Brasil, através da Resolução 3.919 de 2010, determina que toda instituição financeira em funcionamento no país, deve oferecer um pacote de serviços bancários sem qualquer custo para o cliente pessoa física.
Atenção, esses serviços possuem limite. Não ficam liberados saques ilimitados ao usuário da conta, ou extratos à vontade… Esse pacote mínimo de serviços deve oferecer mensalmente:
- 10 folhas de cheque,
- 4 saques no caixa eletrônico ou no guichê;
- 2 extratos dos últimos 30 dias;
- 2 transferências entre contas no próprio banco;
- 1 cartão de débito;
- Consultas ilimitadas à conta pela internet;
Somente se o cliente (correntista) ultrapassar tais limites é que o serviço excedido será tarifado. Ainda assim, o consumidor deve estar atento, pois os bancos não são livres para cobrar qualquer tarifa. Eles devem seguir regulamentações editadas pelo Conselho Monetário Nacional e pelo Banco Central.
Caso você leitor, tenha ficado interessado e já esteja pensando em abandonar aquela sua antiga conta e contratar outra, talvez até em outro banco, saiba que não é necessária uma nova contratação. É possível ao cliente migrar de pacote, à qualquer momento.
Pode ser que haja resistência por parte de seu gerente, mas se mantenha firme! Caso a instituição se recuse a abrir a conta desta modalidade, ou fazer migração de plano, o consumidor deverá fazer reclamações perante os órgãos competentes como BACEN, PROCON, etc.
Em época de dificuldade financeira como atravessam a maioria dos brasileiros, é importante a redução dos custos. Não pague tarifas bancárias desnecessariamente. Dê ao seu dinheiro o valor que ele merece. Afinal, consumidor consciente é consumidor informado.

Por Leiluce Guedes

B01 - 728x90