ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Importância para...

Integração Social do Idoso.

Terça, 10 de Novembro de 2020.

Atualizado em Segunda, 09 de Novembro de 2020 às 16:08 horas.

  Importância para...

Secretária de Assistência Social – Antonieta Souza da Costa - equipe pesquisadora

Durante muitos anos o recurso mais comum para atendimento ao idoso foi o “asilo”, reconhecida a necessidade de abrigo e proteção pelo abandono ou inexistência do grupo familiar. Reconhecendo que a dimensão social do ser humano não se esgota no lar, os recursos institucionais e comunitários se voltam cada vez mais na integração social do idoso. Não ter onde ir prejudica a capacidade de fazermos novas relações, dialogar sem medo, movimentar-se sem as limitações a que o idoso ficam circunscritos dentro do lar, fazendo desaparecer a iniciativa a criatividade e o desejo de se atualizarem. Deve ser ressaltada a importante colaboração do idoso para o resgate da memória cultural, pelas experiências vividas e conhecimentos acumulados. Assim, tem origem os grupos de convivência, recurso que proporciona a ressocialização e o exercício da indispensável mobilidade humana, com opções para os idosos se sentirem independentes e tomarem iniciativas. Podem colaborar para a expansão destes programas, Sindicatos, Escolas, Igrejas, Clubes Sociais, como o Entrerriense Futebol Clube com a prática do Tai Chi Chuan e as Associações de Moradores em geral. Diante desse quadro tão ocioso é que o projeto “ Bairros Culturais”, lançado este ano com o propósito de todas as comunidades ou bairros, como queriam, de se adequarem aos programas que garantam aos idosos a possibilidade de continuarem se movimentando em seu próprio local de moradia. De acordo com pesquisas recente, o grupo de 60 anos para cima, é o que mais cresce a cifra de pessoas com essa idade ou mais, aumentou sete vezes, chegando a um crescimento assustador e as políticas públicas para o segmento se perdeu no tempo.

A esperança de vida aumentou consideravelmente nas últimas décadas, como consequência natural dos avanços da medicina preventiva. Embora a expectativa de vida no Brasil seja inferior a dos países desenvolvidos, aqui também está se iniciando a inversão da pirâmide humana, a implosão da 3ª idade e o controle da natalidade,são responsáveis por esse fato. A nível institucional o “SESC” - mantêm em andamento um projeto social de longo alcance com idosos há vários anos. Esse trabalho, embora exista e cuidadosamente planejado, é uma gota d´água frente a centenas de idosos que temos hoje em Três Rios. Cresce ( já passou da hora ) a necessidade de outros modelos de assistência social, como o Centro de Convivência da Pessoa Idosa, assim, na rede de apoio a ação da família, nos cuidados a recursos fundamentais em auxílio a medicina em todas as suas modalidades, como também as práticas integrativas e complementares chinesas, já aprovadas pela Câmara de Vereadores. Atividades físicas, lazer, dança, meditação, Tai Chi Chuan, palestras, cursos que elucidam as características da velhice, porque ainda muitos idosos pretendem retornar ao trabalho. A foto acima é de 1999, numa ação parceira da Associação de Moradores de Werneck Marini, Serviço Civil Voluntário e a Secretaria de Ação Social, com o acompanhamento da Universidade Aberta da Terceira Idade - “UERJ”. A referida pesquisa contou também com a presença da jornalista professora Fátima Malheiros do Jornal Extra do Rio de Janeiro. Por incrível que pareça o Estado a realizar em primeiro lugar, uma pesquisa foi o Rio de Grande do Sul e o segundo Estado foi o Rio de Janeiro na cidade de Três Rios-RJ. Os idosos tem 20% de poder nas “urnas”, dignidade e respeito ao seguimento da pessoa idosa!

(24) 98844-3377
Atividades Físicas Diárias:
Para todas as idades.
As 3ª e 5ª Feiras de 14 às 16 hs.
no “Entrerriense Futebol Clube”
Secretaria do Clube: (24) 2252-0845
 

Por Edgar Antunes