Parasitoses cutâneas (final)

Quadro clínico e diagnóstico

Quarta, 19 de Setembro de 2018.

Na infestação por Amblyomma cajennense (espécie comum nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, há risco de desenvolvimento da febre maculosa, doença infecciosa causada pelo agente Rickettsia richettsii, microorganismo bacteriforme adaptado ao parasitismo das células endoteliais e reticuloendoteliais dos vasos sanguíneos dos hospedeiros intermediários. Além da picada, fezes e tecidos de carrapatos infectados que tenham sido esmagados podem difundir a infecção através da conjuntiva ou de micro-lesões cutâneas.
O Ixodes scapularis (I.dammini, o carrapato-de-pata-preta é o mais conhecido dos carrapatos. Esses carrapatos são vetores para a doença de Lyme, babesiose e anaplasmose humana. A babesiose é doença similar à malária, embora a anaplasma humana seja uam doença febril aguda caracterizada por leucopenia ou (diminuição dos glóbulos brancos), Trombocitopenia e aumento de transaminases hepáticas. Um único carrapato Ixodes pode transmitir mais de uma doença.
Uma vez removido o carrapato, reações de hipersensibilidade no sítio de instalação são comuns.
Surgem, portanto, reações papulares, nodulares e vésico-bolhosas. As reações de hipersensibilidade surgem e são, comumente, mal interpretadas como eritema migrans. O prurido (coceira) pode ser intenso e pode não responder adequadamente à corticoterapia tópica.
Tratamento: As reações leves às picadas do carrapato respondem á aplicação tópica de corticosteróides de média ou alta potência por poucos dias, especialmente em oclusão. Reções intensas podem responder á injeção intralesional de corticosteróides. Entretanto, a maioria das doenças transmitidas por carrapatos responde prontamente à tetraciclina. O atraso na introdução de antibioticoterapia pode ter consequências, imprevisíveis e graves. O antibiótico cloranfenicol não é tão eficaz quanto a doxiciclina.
A permetrina (Kwell 10mg/g) inseticida piretróide com pouca toxicidade em mamíferos, tem sido comercializadas como repelente de carrapatos. O Fipronil tópico é eficaz na prevenção de carrapatos em cães e gatos.

Estrongiloidíase - 8ª Parte
o Strongyloides stercoralis é um nematóideo parasita intestinal encontrado no solo que pode permanecer por toda a vida no hospedeiro humano. É largamente distribuído no mundo, ainda que endêmico nos países de clima tropical e subtropical. As manifestações clínicas variam de forma e gravidade, o diagnóstico é o achado do parasita nem sempre são fáceis até que a doença esteja avançada. Como regra, a defesa imunológica primária dos humanos é suficiente, porém a doença pode ser muito séria entre os imunodeprimidos.

Por Dr. Eneas Zandomênico

B01 - 728x90