Provando do próprio veneno

Quinta, 22 de Agosto de 2019.

Quantas vezes assistimos determinadas cenas de novela e acabamos nos esquecendo que infelizmente, na vida real existem pessoas que fazem qualquer coisa para alcançar seus objetivos. Há pessoas que não acreditam na lei do retorno. Confesso que eu acredito. Digo isso porque posso afirmar que já vivi essa experiência. Certa vez uma senhora contou um relato que nunca me esquecerei. Ela contou sobre um casal que não deixavam que os filhos brincassem ou tivessem contato com as crianças da vizinhança. Eles não suportavam a ideia de ver os filhos brincando com crianças que eles diziam ser muito inferiores aos filhos. E com isso, os filhos por sua vez se tornaram fechados, não conseguiam fazer amizades. E como se não bastasse isso, eles não conversavam com qualquer pessoa, não davam nem um bom dia quando eram cumprimentados por alguém que julgavam inferior. Num certo dia o casal chegou para matricular os filhos numa nova escola. Eles economizaram durante algum tempo para ter condições para isso. Mas quando chegaram cheios de animação, empolgados com o fato de agora poderem colocar os filhos na escola que eles julgavam ser digna e adequada para seus filhos. Mas a todo instante passavam pessoas super elegantes com aparência de terem muito dinheiro. O interessante é que todas as pessoas que passavam, o casal se animava e se preparava para cumprimentar , ninguém nem olhava para eles. Com isso, enquanto o casal esperava mais eles se sentiam excluídos naquele lugar. E quando já estava quase na hora de serem recebidos para efetuarem a matrícula dos filhos o casal chegou a conclusão de como é ruim ser menosprezado e excluído por alguém. Naquele momento, sentiram na pele o que é se sentir diminuído por alguém.

Por Suzane Ferreira

B01 - 728x90