Saneamento Básico Já!

As Epidêmias Voltaram! Porquê?

Terça, 21 de Maio de 2019.

Saneamento Básico Já!

A situação do saneamento ambiental é muito precária no Brasil. Durante muito tempo as obras de saneamento por estarem sempre enterradas, foram e continuam sendo consideradas de baixo rendimento eleitoral, daí não terem maiores prioridades nos governos.

Somente em anos recentes, com a evolução da ideia de meio ambiente e de qualidade de vida é que o assunto assumiu maior importância na política. Não é por acaso que 65% das internações hospitalares de crianças tenham como causa a falta de saneamento, com esgoto jogados em copo d'água.

É preciso integrar os órgãos federais que tratam do assunto, disperso em vários ministérios. Essa integração tem que seguir com o Estado e Municípios, abrangendo ainda a iniciativa privada e principalmente a Sociedade Civil Organizada. A população precisa ser ouvida em suas bases; não basta os governantes ficarem dando ordens de longe, sem na realidade conhecerem e saberem das dificuldades da periferia.

A administração de uma cidade passa pela disposição e o espaço para viver, já chegaram! A Dengue, Zika e a Chikungunya ¬- formam um trio atacante infernal, mais forte do que qualquer ataque do futebol brasileiro. É um ALERTA FATAL – OS MOSQUITOS MATAM! É necessário e urgente o esforço de todos nessa luta em defesa da vida, sem exceção, que a Secretaria de Saúde do Município de Três Rios – Defesa Civil – Corpo de Bombeiros – Escolas – Igrejas – Sociedade Civil Organizada, tomem uma posição urgente, convocando a todos para uma grande reunião para discussão em uma audiência pública sobre os males dessas epidemias que assustam a população. Todos nós, povo e autoridades, vamos formar uma “Frente Pela Vida”.

Haja visto que já temos uma crise epidêmica no Estado do Rio. Quem sabe, também os pernilongos estejam se organizando para entrarem em cena, todo cuidado é pouco. O Brasil é uma porta aberta para a imigração e todos sabem muito bem disso. Ninguém se lembra mais de uma peste terrível que assolou milhões de pessoas na Europa e poderia ter vindo para cá entre nós. A varíola que durante anos esteve presente na humanidade.

A gripe espanhola que no Brasil também se fez presente, alastrando-se nas grandes cidades do Nordeste e Sudeste. A febre amarela que a cada ano são registradas inúmeras mortes de julho de 2017 a 2018, mais de 800 casos confirmados da doença no País. Lembrando e alertando a todos que a Zika, essa epidemia causou pânico no mundo, com um grande número de bebês nascidos com Microcefalia.

A América do Sul ficou abalada e estarrecida com tanta doença atacando de uma só vez. É muita coisa ruim acontecendo e crescendo em toda parte a todo momento.

É preciso que uma medida seja tomada conscientemente e que as famílias, moradores formem uma corrente do bem, não permitindo que epidêmias como essas invadam suas casas. Três Rios teve um surto muito forte nos últimos meses, muita gente passando mal e até acamados e não sabemos ainda como combater esse trio perigoso que atacam e faz tanto mal a população!
 

Por Edgar Antunes

B01 - 728x90