ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Saudades da Imperatriz

Terça, 07 de Abril de 2020.

  Saudades da Imperatriz Dona Leninha


Sabe o que também nos dá tanta saudade em tempos de quarentena? Andar pelo shopping, nosso templo de consumo tomado por poderosas franquias, e testemunhar que em meio a tantas marcas de sucesso vindas de fora, uma Imperatriz, nascida e criada ente nós, sua prole erguida ao lado das nossas, seus meninos estudando e namorando ao lado dos nossos, não perdeu o seu reinado.
Está lá mantida, suntuosa e bonita, uma Imperatriz cheias de histórias de luta e superação ante a implacável globalização. E que resistiu ao tempo e o poder das Lojas Americanas, inglesas, coreanas e japonesas. O segredo?
Charme, gentileza, simpatia, o privilégio de ser recebido e acolhido pelos donos. Não só pelo gerente que mal pode nos dar desconto. E aguarda o dia de conhecer, e nos apresentar, e o convidar para comparecer às reuniões do CDL, contribuir para a APAE, quem sabe concorrer a prefeito, os caras que foram D+ e expandiram sua marca pelo país.
Quando tudo voltar à normalidade, esta pausa que freou nossa insana correria, e nos deu tempo para refletir e pensar, nos levará de volta ao shopping não apenas para obter da nossa Imperatriz, a Dona Leninha, e sua fiel escudeira, a Arlinda, uma dica sobre o melhor presente para o Dia das Mães.
Mas para reverenciar, aplaudir, agradecer este reinado que sempre nos deu tantas vestes quanto orgulho. Um monumento de resistência lojística a ser tombado como nosso verdadeiro patrimônio histórico.
As saudades são extensivas ao meu querido amigo Tuffy Chimelli.

Por José Roberto Lopes Padilha

Crédito da Foto: Reprodução

B01 - 728x90