SAÚDE E BEM ESTAR

Por Edgar Antunes VENTOSATERAPIA

Terça, 06 de Novembro de 2018.

SAÚDE E BEM ESTAR

A antiga arte da ventosa...

O uso da ventosaterapia e do sangramento se perde na história, mas é interessante conhecer a situação social desta época muito particular na história da medicina.

A sua reaparição atual coincide com os grandes movimentos de restauração da antiga medicina oriental. Apesar das muitas vantagens da medicina moderna, claramente comprovadas pela ciência, porque existe um movimento de restauração da tradicional medicina folclórica?

Entre várias terapêuticas antigas, estava o método da ventosaterapia e sangramento. Não sabemos quem as criou, mas em minha opinião é fruto de uma época de descobertas e trocas de cultura entre os povos.

Desta maneira, creio, que a ventosaterapia e o sangramento, ainda que baseados em princípios da antiga medicina, firmara a sua boa representação em um mundo moderno, coexistindo com a medicina convencional e obtendo resultados efetivos.

A ventosaterapia não é um remédio e sim um método terapêutico essencialmente preventivo, assim como a acupuntura convencional.

Deve ser usada como um suplemento, após determinada a natureza do problema. O conhecimento básico da atuação da ventosaterapia deve ser considerado como elemento que emprega apenas uma técnica particular como terapia, o uso de pressão negativa. A divulgação desta antiga arte tem a sua devida importância entre as diversas terapias difundidas. Guardando o seu uso caseiro no caso de aplicações de ventosas sem o uso de sangria que podem ser prejudiciais quando aplicadas sem conhecimento ou treinamento.

Quem na sua família não ouviu “casos” de tratamento com ventosas de nossos avós ou bisavós em alguma antiga casa de saúde da época?
“Desejo que estas informações possam divulgar os fundamentos básicos para os que tem curiosidade sobre este assunto, e que permita esclarecer esse antigo método na esperança de futuros trabalhos sobre o tema”.



Edgar Antunes - Terapêuta Holístico Corporal:
é formado pela AFICORJ Associação de Filosofia e Cultura Oriental
e pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro-RJ.
Inf.: (24) 98844-3377

Por Edgar Antunes

B01 - 728x90