Saúde Mental: Transtorno de Estresse Pós-Traumático

Quinta, 05 de Outubro de 2017.

 Saúde Mental: Transtorno de Estresse Pós-Traumático

O Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), também conhecido como stress pós-traumático, geralmente acomete pessoas que sofreram ou foram testemunhas de algum tipo de trauma significativo. Quando a lembrança do fato vem à mente, o sujeito revivencia o episódio traumático com a mesma intensidade e angústia, experimentando um sofrimento psíquico similar a do momento do trauma.

De acordo com a CID-10: Classificação de Transtornos Mentais e de Comportamento, o Transtorno de Estresse Pós-traumático, apresenta como sintomas principais: repetidas revivescências do trauma por meio de lembranças involuntárias ou sonhos, paralisia, embotamento emocional, evitação de lugares, pessoas ou coisas que remetam ao choque sofrido, isolamento social, taquicardia, sudorese, alterações nos padrões do sono, irritabilidade, baixa capacidade de concentração e oscilações de humor; comorbidades podem estar presentes, as mais comuns são depressão e transtornos de ansiedade.

São exemplos de estressores ou situações traumáticas que podem desencadear o TEPT: violência urbana, sequestro, estupro, roubo, acidentes, desastres naturais, adoecimento, ameaças, dentre outros.

O diagnóstico do Transtorno de Estresse Pós-Traumático geralmente é realizado dentro dos 06 meses após a experiência traumática. O tratamento para esse quadro clínico deve ser psicoterápico, acompanhamento com psicólogos e medicamentoso, por meio assistência psiquiátrica.

Por Bruna Spada

B01 - 728x90