Shiatsu Expresso

Técnica de manipulação oriental de combate efetivo ao estresse

Terça, 14 de Agosto de 2018.

Quando vemos alguém sofrendo, seja física, seja emocionalmente, nosso instinto humano é acudir e confortar essa pessoa. Automaticamente, queremos tocar. Esta resposta instintiva é a base de massagem.
Não estamos tentando ministrar tratamento médico a pessoa, só estamos tentando confortá-la e aliviar sua dor. É importante lembrar que, quando praticamos o Shiatsu, nossos instintos vêm em primeiro lugar e nossas técnicas vêm em seguida. Dada a apropriada atitude de atendimento, a técnica sempre se desenvolverá naturalmente. Com o método das tentativas de milhares de anos de experiência, é fácil ver como se desenvolveu uma abordagem sistemática do toque.
Este sistema é o Shiatsu. Em japonês, a palavra "Shi" significa dedo e "atsu" pressão. Shiatsu também chamado Acupressão é um método oriental de cura em que pontos específico sobre a superfície do corpo são pressionados com os dedos. Uma decorrência da antiga e tradicional medicina praticada na China, o Shiatsu foi introduzido para o Japão no século VI (sexto). Atualmente ele é reconhecido no Japão como um valioso auxiliar da medicina.
A medicina chinesa considera sadio um corpo em que a energia vital está equilibrada e fluindo livremente através de quatorze canais invisíveis, chamados meridianos. Doze canais estão diretamente conectados com os órgãos internos do corpo, enquanto dois canais têm a ver com importantes funções circulatórias. Quando a energia vital fica desequilibrada (muito fraca ou muito forte ) ou está guardada nos canais, o corpo passa a ter problemas: a vitalidade cai e o desconforto e doença podem ocorrer.
A energia tende a estagnar-se em pontos específicos ao longo dos canais chamados pontos de acupuntura. Há centenas destes pontos no corpo humano. Quando a energia é bloqueada num deles, ele se torna sensível a pressão. No Shiatsu, esses pontos são pressionados para estimular o movimento da energia estagnada, bem como para avaliar a presença da enfermidade. A presença de enfermidades serve como um aviso da natureza que nos fala do nosso erro. De certa maneira, a natureza está sendo violada. Os sintomas da doença são mecanismos protetores. Se ouvimos e prestamos atenção ao aviso, evitaremos um desenvolvimento posterior.
Dizendo de outro modo, se prestarmos a atenção aos sinais naturais, muitas doenças serão evitadas. O Shiatsu nunca cura o paciente.
É o próprio paciente que se cura.
O profissional é o estímulo para ajudar o paciente a tomar uma direção própria. Ele serve como espelho, dando-lhe o ensejo de fazer uma auto-reflexo sobre a causa do seu mal. Nossa abordagem é educacional.
O Shiatsu cria uma profunda sensação de bem-estar, de vitalidade e de descontração e constitui um instrumento eficaz na prevenção da doença.
Pode eliminar a rigidez muscular, reduzir as tensões, aliviar o cansaço e fortalecer os órgãos internos. O Shiatsu pude ser urna experiência prazerosa. Ele incentiva a comunicação entre membros da família, casais e amigos. Não requer nenhum equipamento especial, uso de óleo ou que a pessoa tire a roupa. Pode ser feito em qualquer lugar e a qualquer hora.
Edgar Antunes - SniatsiiterApplita Terapêuta Corporal
Inf. (24) 98844-3377

Por Edgar Antunes

B01 - 728x90