Velhice Prematura

“Vontade de Viver”

Terça, 11 de Dezembro de 2018.

Velhice Prematura

Parte 1

A velhice é um fenômeno bio-fisiológico normal e irreversível que se traduz por um conjunto de alterações orgânicas e funcionais, responsável pela degeneração mais ou menos acelerada dos tecidos, e abrange apenas os anos do último período da vida.
Distingue-se da senilidade, que em geral, indica um estado patológico, qual seja, o do enfraquecimento físico ou mental devido ao processo de envelhecimento, que, como tal, pode ser tratado através de métodos preventivos e curativos. Embora não se possa combater a velhice, é possível retardá-la ou amenizar os seus efeitos, que vão desde as rugas e a falta de memória até os problemas mais graves (acompanhar mais o comportamento de sua saúde), bem como, o coração, distúrbios psíquicos, hipertensão, órgãos abaixo do abdômen, reumatismo e etc.
O envelhecimento é uma fase de grande aprimoramento da pessoa como ser humano, pois significa mais experiência e melhor discernimento. No entanto, deve-se cuidar para que não sobrevenha a velhice precoce, doentia e problemática, cada vez mais frequente nos nossos dias, cujos sintomas comuns são calvície, cabelos brancos, rugas, impotência, fraqueza, incapacidade física e
outros. Com efeito, qualquer sinal prematuro de envelhecimento encerra essa advertência. Ninguém envelhece com a idade, e sim com o nosso modo de reagir emotivamente aos acontecimentos. Pessoas que ficam grisalhas da noite para o dia, quando perdem toda fortuna. Outras sofrem reveses, debatem-se durante algum tempo, descobrem um rumo novo e tocam para frente sua vida uma vez mais. A idade cronológica parece estar pouco relacionada com a diferença de reações. Uma mulher (exemplo) que perde o marido considera sua vida terminada, e deixa o corpo curvar-se, entregando-se as lágrimas e confortando-se com o definhamento gradativo, deixa transparecer que está se preparando para a morte. Já outra mulher em situação idêntica, embora mais velha, começa a desabrochar para a vida, e assim, estará expressando através de atividades criadoras, a vigorosa decisão de viver e de colher os frutos que a vida oferece.


Continua na próxima edição...


O colunista é Terapeuta Holístico




 

Por Edgar Antunes

B01 - 728x90