28º ano de emancipação de Comendador Levy Gasparian terá "Arraiá" na comemoração

Conheça um pouco da história do município e fique por dentro da programação festiva na Praça Joaquim José Ferreira

Comendador Levy Gasparian - (Entretenimento) - Sábado, 29 de Junho de 2019.

28º ano de emancipação de Comendador Levy Gasparian terá

Comendador Levy Gasparian chega aos 28 anos de emancipação neste domingo, dia 30 de junho, mas as comemorações começaram ontem (28). Com isso, a Prefeitura preparou um grande "Arraiá" que termina amanhã com diversas atrações.
A festa conta com barraquinhas típicas com comidas e pescaria por apenas R$1, shows à noite na Concha Acústica, festivais e ônibus circulando nos bairros para as crianças, com toda a programação acontecendo na Praça Joaquim José Ferreira, no Centro.
Dando seguimento ao evento que teve ontem apresentação da Quadrilha do Centro de Convivência da Terceira Idade, das Escolas Municipais, O Lírio e a Orquídea, Maria Bonita e o Grupo de dança Street Alma Company Dance; além dos shows com Felipe e Gabriel e com Wanderson Pires, a programação continua neste sábado:

Sábado (29):
• 21h – DJ Scooby;
• 22h – Projeto Mix com Felipe Lemonge Hianka e Ranyere;
• 1h – Mais música com DJ Scooby

Domingo (30):
• 9h – 1º Festival de Voleibol Feminino e Masculino;
• 11h – 1º Torneio Municipal de Petecando (Na Quadra Oscar Medeiros – Beira Rio)

História de Comendador Levy Gasparian
O Município de Comendador Levy Gasparian foi desbravado nos últimos anos do século XVII e os primeiros do século seguinte, pelo bandeirante paulista Garcia Rodrigues Paes, na abertura do Caminho Novo entre o Rio de Janeiro e as Minas Gerais. Em recompensa pelos serviços prestados nesta empreitada, recebeu larga extensão de terras entre os rios Paraíba do Sul e Paraibuna, onde fundou, dentre outras, uma fazenda com o nome de Parahybuna.
Em 1805, o Capitão Christovão Rodrigues de Andrade adquiriu as terras da Fazenda do Parahybuna de descendentes de Garcia Rodrigues Paes, iniciando o plantio de largas roças de cana-de-açúcar.
Mais tarde, foi aberta a Fazenda de Serraria, em parte desmembrada da de Parahybuna, que pertenceu a Hilário Joaquim de Andrade, Barão do Piabanha, talvez a mais benemérita figura da história gaspariense. Durante a epidemia de cólera de 1855, o Barão do Piabanha fez construir com os seus próprios recursos dois hospitais para atendimento da população pobre da região.
Em 1861 doou toda a extensão de terras necessárias a passagem da Estrada União e Indústria pelo hoje território do Município, bem como a área necessária para a construção da Estação de Mudas de Serraria, que deu origem ao atual Centro da cidade.
No ano de 1884, foi criado o Distrito de Mont Serrat, pertencente ao Município de Paraíba do Sul que, em 1938 foi anexado ao recém criado Município de Três Rios.
Pelo desenvolvimento alcançado pelo povoado de Serraria, foi este elevada a categoria de Distrito no ano de 1955, alterado em 1963 para Comendador Levy Gasparian, em homenagem ao industrial de igual nome e de origem armênia que em 1953 havia instalado no distrito um vasto parque industrial fabril.
No final da década de 1980 a insatisfação da população local era grande com o descaso das autoridades de Três Rios para com seus anseios e, logo foi criada a Comissão Pró-Emancipação de Comendador Levy Gasparian, que no ano de 1991 resultou na criação do Município.
Fonte: Historiador, José Roberto Vasconcelos Nunes, em seu livro: Contribuição à História Econômica de Levy Gasparian.

Por Zeca Lima

Crédito da Foto: Divulgação PMCLG

Publicidade
728x90
B03 - 300x250