Alerj lança exposição sobre história do câncer de mama

Estado do Rio - (Educação) - Sexta, 18 de Outubro de 2019.

Alerj lança exposição sobre história do câncer de mama

A exposição “A Mulher e o Câncer no Brasil” foi inaugurada ontem (quinta-feira, 17), no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A iniciativa, que é parte da programação da Campanha Outubro Rosa, promovida pela Casa, apresenta 22 painéis, que abordam aspectos históricos, médicos e culturais da mama. A intenção é divulgar e conscientizar para ajudar a reduzir o número de mulheres acometidas pela doença.
O projeto é uma parceria entre a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, presidida pela deputada Enfermeira Rejane (PCdoB), e o Museu da Vida da Fundação Oswaldo Cruz. “O pesquisador Luiz Antonio Teixeira, da Casa Oswaldo Cruz, que é responsável pela preservação da memória e da história da saúde e da ciência brasileira, se associou ao corpo de trabalho do Instituto do Câncer (Inca) e desenvolveu uma pesquisa sobre câncer de mama a partir das fontes e dos materiais do próprio instituto”, afirmou o diretor do Museu da Vida, Alessandro Batista.
A presidente da comissão assegurou a importância da exposição para que as mulheres possam aprender sobre a prevenção e o tratamento da doença. “É importante que os trabalhos do Instituto do Câncer (Inca) sejam trazidos para a Alerj. Acho que as mulheres vão aprender a se cuidar, a se prevenir, e sobretudo cuidar de outras mulheres que também têm câncer”, declarou Enfermeira Rejane.
Participaram também do evento as deputadas Dani Monteiro (Psol), Zeidan Lula (PT) e Franciane Motta (MDB). A exposição, que é itinerante e viaja pelo Brasil há cerca de 5 anos, permanecerá aberta ao público, na Alerj, até o dia 31 de outubro. A visitação pode ser feita de segunda à sábado, das 9h às 17h.

Por Redação

Crédito da Foto: Thiago Lontra

Publicidade
1200x628jpg
3 Tenis 189