Câmara de Vereadores alerta para importância de se combater focos do aedes aegypti

Três Rios - (Saúde) - Sexta, 11 de Janeiro de 2019.

Câmara de Vereadores alerta para importância de se combater focos do aedes aegypti

Diante das inúmeras notificações de suspeitas de dengue, zika e chikungunya, a Câmara de Vereadores de Três Rios alerta à população para a importância de se combater os focos do mosquito Aedes aegypti. Especialistas alegam que se cada pessoa tirar 10 minutos do dia para eliminar os possíveis focos, os registros de casos cairiam consideravelmente.

Lembrando que ainda faltam 60 dias para o período crítico da proliferação da dengue. Por isso a importância do cinturão de bloqueio para impedir que o mosquito aedes aegypti se prolifere e contamine a população.

A equipe do setor de Endemias da Vigilância Ambiental está participando de um curso que vai
otimizar o trabalho em pontos estratégicos, mas é importante que a população nos ajude neste combate, não acumulando resíduos que possam se tornar ponto de proliferação do mosquito transmissor.

Dentre as medidas que a população deve adotar estão:

- Não deixe água parada, destruindo os locais onde o mosquito nasce e se desenvolve. Evite a procriação;

- Deixe sempre bem tampados e lave com bucha e sabão as paredes internas de caixas d'água, tambores de água ou tonéis, cisternas, jarras e filtros;

- Não deixe acumular água em pratos de vasos de plantas e xaxins. Coloque areia fina até a borda do pratinho;

- Plantas que possam acumular água devem ser tratadas com água sanitária na proporção de uma colher de sopa para um litro de água, regando no mínimo, duas vezes por semana. Tire sempre a água acumulada nas folhas.

- Não junte vasilhas e utensílios que possam acumular água (tampinha de garrafa, casca de ovo, latinha, saco plástico, embalagem plástica e de vidro, copo descartável etc.) e guarde garrafas vazias de cabeça para baixo;

- Entregue pneus velhos ao serviço de limpeza urbana, caso precise mantê-los, guarde em local coberto;

- Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechado. Em banheiros pouco usados, dê descarga pelo menos uma vez por semana;

- Retire sempre a água acumulada da bandeja externa da geladeira e lave com água e sabão;

- Sempre que for trocar o garrafão de água mineral, lave bem o suporte no qual a água fica acumulada;

- Mantenha sempre limpo: lagos, cascatas e espelhos d'água decorativos. Crie peixes nesses locais, eles se alimentam das larvas dos mosquito;
- Lave e troque a água dos bebedouros de aves e animais no mínimo uma vez por semana;
- Limpe as calhas e a laje das casas, coloque areia nos cacos de vidro no muro que possam acumular água;

- Mantenha a água da piscina sempre tratada com cloro e limpe-a uma vez por semana. Se não for usá-la, evite cobrir com lonas ou plásticos

- Mantenha o quintal limpo, recolhendo o lixo e detritos em volta das casas, limpando os latões e mantendo as lixeiras tampadas. Não jogue lixo em terrenos baldios, construções e praças;

- Permita sempre o acesso do agente de controle de zoonoses em sua residência ou estabelecimento comercial;

Doença do pombo

Outro assunto que merece destaque e atenção entre os moradores do município são as doenças transmitidas pelo pombo. Muitas são transmitidas pelas fezes do animal e, por isso, embora não seja necessário eliminar os pombos, é preciso ter cuidado para evitar o contato direto com as fezes e não alimentar o animal.

Caso tenha contato com pombo e apresente falta de ar, espirro, coriza, fraqueza e dor pelo corpo, vômitos, procure a Unidade de Pronto Atendimento (UPA Três Rios) ou Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição.

Assessoria CVMTR

Por Assessoria de Imprensa

Publicidade
1200x628jpg
B03 - 300x250