Conferência Nacional dos Bancários traça estratégias para defesa de direitos e fortalece a unidade

País - (Economia) - Sexta, 09 de Agosto de 2019.

Conferência Nacional dos Bancários traça estratégias para defesa de direitos e fortalece a unidade

A 21ª Conferência Nacional dos Bancários aprovou no último domingo (4), as resoluções que vão nortear o movimento sindical bancário no próximo período. É o resultado dos debates acumulados nas conferências estaduais e regionais, durante os três dias de evento, realizado na quadra do Sindicato dos Bancários de São Paulo.
As resoluções versam sobre as mobilizações contra a Reforma da Previdência e contra a MP 881, que libera o trabalho aos sábados e domingos e feriados; em defesa da unidade da categoria bancária e da mesa única de negociação, em defesa da saúde, da soberania nacional, em da liberdade de imprensa e apoio ao jornalista Glenn Greenwald, pela apuração dos mandantes da morte de Marielle Franco, e a definição do calendário de lutas.
A Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro dos Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo esteve presente ao evento. O Presidente da Fetraf – RJ/ES, Nilton Esperança, ficou empolgado com o resultado da Conferência.
"O evento foi excelente. Tivemos participantes de diversos estados do Brasil e foram pautadas resoluções de extrema importância, como a defesa da soberania nacional, a defesa do emprego e ações contra as privatizações das empresas públicas. Além disso, também foi aprovada a defesa da mesa única, da CCT e dos acordos coletivos nacionais, que reforça a importância da unidade nacional da categoria", declarou.
As delegadas e delegados da 21ª Conferência Nacional dos Bancários também aprovaram a participação nas atividades do calendário de luta das centrais sindicais, como as manifestações contra a Reforma da Previdência (6) e em defesa da Educação (13).

Por Redação

Publicidade
728x90
B03 - 300x250