CPI do feminicídio vai à Petrópolis discutir crimes de violência contra mulheres

Estado do Rio - (Segurança) - Quarta, 25 de Setembro de 2019.

CPI do feminicídio vai à Petrópolis discutir crimes de violência contra mulheres

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que investiga os crimes de Feminicídio, continua com a série de audiências públicas itinerantes pelo estado. Nesta quarta-feira (25), os deputados visitam Petrópolis para ouvir a população. A reunião foi marcada às 10h na Câmara de Vereadores do município, localizada na Praça Visconde de Mauá, n º89, no centro da cidade.
Em abril deste ano, Sandra Marta da Silva, de 43 anos, teve o rosto desfigurado antes de ter sido assassinada dentro de casa, na Comunidade do Neylor, em Petrópolis. O principal suspeito de ter matado a mulher foi o companheiro dela. Só em 2018, segundo dados da polícia, foi registrado um caso de feminicídio e sete tentativas de assassinato a mulheres em Petrópolis.
"Esse número não pode mais aumentar. Pelo contrário, ele não deveria nem existir. O objetivo desse encontro é pensar políticas públicas eficazes para que mais nenhuma mulher seja morta, agredida, violentada ou diminuída pela sua condição de mulher. É preciso identificar as falhas no atendimento às vítimas de violência, e analisar como os equipamentos públicos estão funcionamento", argumentou a vice-presidente da CPI, deputada Mônica Francisco (PSol), que irá presidir a audiência pública.

Por Redação

Crédito da Foto: Reprodução G1

Publicidade
3 Tenis 189