ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Decreto estadual do RJ prorroga suspensão das aulas presenciais até 20 de agosto

Segundo o Diário Oficial do estado, a medida tem como base as redes pública, privada e o ensino superior

Estado do Rio - (Educação) - Sábado, 08 de Agosto de 2020 às 07:00 horas.

Atualizado em Sexta, 07 de Agosto de 2020 às 18:54 horas.

  Decreto estadual do RJ prorroga suspensão das aulas presenciais até 20 de agosto

Na última quarta-feira (5) o Governo do Estado do Rio de Janeiro decretou a suspensão até o dia 20 de agosto das aulas presenciais.

Segundo o Diário Oficial do estado, a medida tem como base as redes pública, privada e ensino superior.

A Prefeitura do Rio de Janeiro liberou o retorno de parte das séries do ensino fundamental para as aulas presenciais dos colégios particulares de maneira facultativa.
O Governo do Estado do RJ defende que ainda não é hora do retorno às salas e afirma que esta decisão cabe à Secretaria Estadual de Saúde.

“Estabelecemos junto com a [Secretaria Estadual de] Saúde que só retornaremos ao trabalho quando ela disser que temos a mínima condição de segurança para os profissionais de educação e para os alunos. Ou seja, quando tivermos a bandeira verde. E, a partir daí, quando a secretaria disser que temos condições de voltar, iniciaremos o protocolo de retomada, que foi amplamente divulgado”, explicou o secretário de Educação do RJ, Pedro Fernandes.

Como o município de Três Rios é regido pelo decreto estadual, alguns professores da região, de redes públicas e privadas reforçam que ainda não é o momento para uma retomada.

Para a professora Claudia Marcato, que trabalha na rede de ensino privado de Três Rios e Paraíba do Sul, a retomada de aulas presenciais é nociva.

Professora Claudia Marcato

“Acho que o retorno ainda é prematuro uma vez que os alunos ainda não têm maturidade para controlar suas acuidades senhoriais, o que, provavelmente, implicará em um aumento do contágio.”

Ainda segundo secretário de Educação do RJ, os pedidos de escolas estão sendo analisados com base um estudo da Fiocruz que prevê 3 mil novas mortes com um possível retorno das aulas.

O professor de redes pública e privado de Três Rios Fabrício Pacheco, reforça também sobre a possível retomada de aulas presenciais.

Professor Fabrício Pacheco

“Estamos em um ambiente construído para informar, para celebrar o conhecimento. Acho contraditório este mesmo ambiente ignorar recomendações sanitárias da OMS. Sabe? Entendo o interesse em movimentar a economia, ou atender a demanda dos pais, mas nada disso justifica o risco. Já estamos em uma modalidade que está funcionando. Acredito que o risco é desnecessário.”

O professor ainda ressalta que existe o outro lado em comparação a rede privado.

“Estamos em um ensino remoto. Usamos a plataforma Google Classroom nas redes públicas, tal como nas escolas particulares. No entanto, as diferenças sociais ficam muito evidentes nessas horas. Algumas vezes não há acesso a internet e há pouco procura dos próprios alunos.”, finaliza.

A previsão, segundo o Governo Estadual, é que antes do dia 20 de agosto seja tomada uma nova decisão com base nos dados da pandemia de Covid-19.

Por Zeca Lima

Crédito da Foto: Reprodução Diário Oficial do RJ

Publicidade