DER realiza vistoria na “Ponte Nova” em Paraíba do Sul

“A princípio nada que possa causar pânico na população”, esclareceu diretor de obras e projetos especiais

Paraíba do Sul - (Cotidiano) - Sexta, 03 de Maio de 2019.

DER realiza vistoria na “Ponte Nova” em Paraíba do Sul

Após os moradores de Paraíba do Sul expressarem nas redes sociais sua preocupação com o estado da ponte Engenheiro Sergio Franklin Quintela, mais conhecida como “Ponte Nova”, o diretor de obras e projetos especiais, Rogério Feijó e o chefe de gabinete do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER/RJ) Alexandre de Carvalho Júnior, estiveram na tarde de ontem (2) avaliando a ponte.

Uma fenda chama a atenção de quem passa pela ponte de carro, moto e caminhão e também de quem circula a pé, já que a passagem destinada aos pedestres apresenta deterioração e a mureta de proteção está com um desnível, causando a impressão de um lado possa estar arriando.

Na fenda que se abriu é possível ver as ferragens da ponte e em alguns pontos há rachaduras. Mas de acordo com informações divulgadas através de um vídeo postado no Facebook da Prefeitura de Paraíba do Sul, não há risco para os usuários da ponte.

“Fizemos uma vistoria técnica para entender om que ocorreu, mas a princípio nada indica tipo de anomalia grave. Vamos levar as fotos e as análises feitas para o escritório do DER e elaborar um laudo técnico a respeito do abatimento, mas a princípio nada que possa causar pânico na população”, esclareceu Rogério.

Inaugurada em 22 de dezembro de 2006, a “Ponte Nova”, que liga o centro de Paraíba do Sul a Salutaris e a vários outros bairros como Jatobá, Bela Vista, Santo Antônio, Caminho de Dentro, entre outras localidades, começou ser construída no fim do mês de abril do mesmo ano, com o propósito de desafogar o trânsito da antiga ponte, além de protegê-la, devido ao grande fluxo de caminhões pesados que poderia vir a colocar em risco a sua estrutura.

A “Ponte Nova”, que permite o tráfego nos dois sentidos, tem 80 metros de comprimento, 12 metros de largura e custou R$ 2,8 milhões aos cofres do governo estadual.

Além do prefeito da cidade, Dr. Alessandro ter solicitado avaliação do DER no dia 29 de abril, o vereador André Aguiar também fez um requerimento junto ao órgão pedindo que tivesse uma vistoria com "máxima urgência" na ponte.

Por Aline Carius

Publicidade
728x90
160X600jpg