Desfile do Grupo A de Três Rios acontece amanhã na Avenida Condessa do Rio Novo

Quatro agremiações disputam o título. Confira as informações de cada escola

Três Rios - (Entretenimento) - Sábado, 02 de Março de 2019.

Desfile do Grupo A de Três Rios acontece amanhã na Avenida Condessa do Rio Novo

Sonhos de Mixyricka
Com 44 anos de existência, a agremiação vai abrir o desfile deste ano, neste domingo (3), levando para a avenida o enredo “Mixyricka faz a Festa com Manoel de Barros - Meu quintal é maior que o mundo”.
Usando o colorido do Pantanal para falar da conexão entre a natureza e o poeta Manoel de Barros, a agremiação deseja resgatar a brasilidade da escola, que sempre prestou grandes homenagens.

Ficha Técnica
Horário: 21h20
Fundação: 12/07/1974
Cores: Azul e Laranja
Bairro de Origem e Sede: Centro e não tem sede
Número de Títulos no Grupo A: 1
Presidente: Ciro Fernandes (Cirinho)
Vice-presidente: Ricardo dos Santos Silva (Ricardinho)
Enredo de 2018: Bahia de Caymmi
Colocação em 2018: Campeão do Grupo B
Enredo 2019: Mixyricka faz a Festa com Manoel de Barros - Meu quintal é maior que o mundo
Autor do Enredo 2019: Comissão de Carnaval
Carnavalesco: João Vitor Esteves
Diretor de Carnaval: Rosemar Goulart
Número Aproximado de Componentes: 400
Carros Alegóricos: 3
Alas: 11
Nome da Bateria: Sensação
Mestre de Bateria: Francisco José de Paula (Chiquinho)
Número de Ritmistas na Bateria: 60
Rainha de Bateria: Meirylem Cunha
Musa da Escola: TuanySanábio
Mestre-Sala e Porta Bandeira: Mayara de Mello e Paulo Gomes
Coreógrafo da Comissão de Frente: João Vitor Esteves
Diretor de Harmonia: Dimas Porto
Compositores do Samba: Alexandre Silva (Fumanchú) e Professor Atier
Intérpretes: Alexandre Silva (Fumanchú), Krisbella de Paula e Luciano Marciano

Letra do Samba:
Abre a cortina e vem ver
Poemas surgindo no quintal
A alegria do carnaval fez desabrochar
O menino poeta em meu ser
Que o canto do índio enfeitiçou
Revelando o mistério das águas
Deslumbrante banhando meu Pantanal

Ao rumor que salta lá do brejo
Empresto minha viola encantada
É feito um império em cortejo
Enfeito meu coração, ao entardecer
Emerge a paz em minha morada

Nosso verde faz o céu se emocionar
Apaixonante luar, ô luar...
Nos faz lembrar
Dos quilombos de cá e de lá
O sonho de luta não terminou
Por você canto, declamo esse amor
Sou Mixyricka e nessa noite vou te encantar
Abra o livro pra sonhar

Meus versos já falam por mim
Pura energia, encanto sem fim
Fazem anunciar e mostrar quem sou
Quando rufarem os tamborins

Mocidade Independe de Vila Isabel
Desde 2005 sem vencer o Carnaval trirriense, a Mocidade, que renovou sua diretoria, tendo à frente o presidente Luciano do Espírito Santo, aposta no enredo "Amas de leite, mães escravas de seus próprios destinos”, dos carnavalescos Raphael Corrêa e Victor Matheus, para soltar o grito de campeã.
O tema escolhido, que faz referência a “Mãe Preta” tem uma representatividade muito forte para a comunidade de Vila Isabel. Há um busto desenvolvido em bronze, localizado próximo à quadra da escola. O enredo vai retratar as amas de leite no Brasil, mulheres negras que tiveram um papel importante dentro do sistema escravocrata na história do país durante mais de 300 anos.
Ficha Técnica
Horário: 22h40
Fundação: 15/11/1971
Cores: Verde, Vermelho e Branco
Bairro de Origem e Sede: Vila Isabel
Número de Títulos: 7
Presidente: Luciano do Espírito Santo
Vice-presidente: Luiz Antônio Salvado
Enredo 2018: “Rio - este Samba é pra Você”
Colocação em 2018: 3º lugar
Enredo 2019: Amas de leite, mães escravas de seus próprios destinos
Autor do Enredo 2019: Raphael Corrêa e Victor Matheus
Carnavalesco: Raphael Corrêa e Victor Matheus
Diretor de Carnaval: Matheus Guimarães
Número Aproximado de Componentes: 700
Carros Alegóricos: 3
Alas: 11
Nome da Bateria: Explosão
Mestre de Bateria: Valdenir (Ni)
Número de Ritmistas na Bateria: 72
Rainha de Bateria: Iara Macedo
Musa da Escola: Maria Eduarda Vitully (Duda), Lorraine Bastos e Maria Vitória Gutieri
Mestre-Sala e Porta Bandeira: Douglas Rosa e Paola Fernandes
Coreógrafo da Comissão de Frente: Jhonison Paulo dos Santos
Diretor de Harmonia: Almir José Monteiro
Compositores do Samba: Selmarino, Gilmar Cobrinha, Selmarino Júnior, Kelmer Orelha e JP Bocão
Intérpretes: Rodrigo Viana (Rodriguinho)

Letra:
Mãe Preta chamou ôôô
Mão Preta chamou ôôô

Clareia luar,
Mareja os olhos de saudade
Não faltou fidelidade, mesmo longe do rebento
Negras de beleza rara, que vêm da senzala
Pra cumprirem a missão
Do ventre a vida, entregue à sorte
Do seio amamentação
Reluz ternura no olhar, amor infinito a iluminar
"Amas" de luz, banhadas de axé
Salve a força da mulher

O leite materno gerou os irmãos
Não tem preconceito a "ama"sofrida
A negra embala o branco nas mãos
Do peito é que jorra a seiva da vida

Cantaram canções pra ninar
Curaram na fé de benzê
O sinhozinho educado a rezar
Tem no tempero malagueta e dendê
Inspiração na arte da fotografia
Cultura no palco da folia
"O samba descortina o véu
Um busto se ergueu com maestria
No coração da Vila Isabel

Segura sacode não deixa cair
O surdo marcou, eu tenho que ir
Com a mãezinha a me proteger
Eu sou Mocidade e voltei pra vencer

Bom das Bocas
O Bom das Bocas, que é a mais antiga escola em plena atividade em Três Rios é também uma das potências do Carnaval trirriense, sendo detentora de 15 títulos e desfila esta noite em busca do bicampeonato com o enredo “Arte e Vida Vitalina”, do carnavalesco Júnior Pernambucano.
A agremiação vai mostrar através dessa história, a luta do povo nordestino contra a seca e a pobreza e como sobrevive utilizando a arte e acultura como importantes instrumentos de transformação da sua condição de vida. A arte de mestre Vitalino, que retratou o povo do Nordeste e se tornou marcante na cultura vai passar pela passarela do samba.
Ficha Técnica
Horário: 00h
Fundação: 6/1/1963
Cores: Verde e Branco
Bairro de Origem e Sede: Caixa D’ Água
Número de Títulos: 15
Presidente: Valdô Santos
Vice-presidente: Linderson Zanardi
Enredo de 2018: “Tesouros de um Rei chamado Chico”
Colocação em 2018: Campeão
Enredo 2019: Arte e Vida Vitalina
Autor do Enredo 2019: Júnior Pernambucano
Carnavalesco: Júnior Pernambucano
Diretor de Carnaval: Guilherme Novaes
Número Aproximado de Componentes: 800
Carros Alegóricos: 4
Alas: 13
Nome da Bateria: Furiosa
Mestre de Bateria: Bruno Guimarães(Brunão)
Número de Ritmistas na Bateria: 60
Rainha de Bateria: Iara Oliveira
Musa da Escola: Vanessa Gatto, Charlene (Jean), Carol Martins, Flávia Borges, Gabi Nonato, Rayéd Rodrigo e Leandro Martins
Mestre-Sala e Porta Bandeira: Diego Falcão e Roberta Freitas
Coreógrafo da Comissão de Frente: Caíque Bonforte
Diretor de Harmonia: César Augusto Barbosa
Compositores do Samba: Luizinho da Lummam, Robinho, Markin, Rodrigo Vianna, Dodô e Luiz Empenado (In Memoriam)
Intérpretes: José Maurício (Zé Bola) e Daniel Silva

Letra do Samba:
Seca, sol ardente, alma triste
Sertanejo resistente, é valente não desiste não
“Talento é a armadura”, dessa luta dura da vida
“A lama passeia nos dedos”, desperta alegria contida
O suor da lida rega o solo do sertão
“Brota no barro o sonho do menino”
E eterniza o “Mestre Vitalino”

Faz chover nesse chão...Oh! Senhor
Deságua amor, traz a prosperidade
E banha os teus filhos... Oh! Senhor
Com gotas de felicidade

Enfim, choveu, festa no sertão
Mandacaru floresceu
Lá vem o reisado da folia
No “arraiá” vai ter “Canturia”
Tu és, “Bom das Bocas”
Tal qual as águas que caem do céu
Bonança, esperança para quem tem fé
Toca zabumba “Furiosa”, que hoje vai ter “Arrasta pé”

Cabra da peste não se “avexe” vem pra cá
Puxe o fole sanfoneiro, o samba vai “forrozear”
Filho do agreste “inté” zomba do sofrer
Faz da “arte” o motivo pra viver

Bambas do Ritmo
Com 15 campeonatos, o último conquistado pelo Bambas do Ritmo foi em 2017, quando os bambinos comemoraram o tri com o enredo “Vem Brincar”. O enredo “É Pecado?”, do pesquisador Diego Araújo, está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Gilber Rosa, que já conquistou quatro títulos pela escola.
Com base nos três livros que formam a "Divina Comédia" de Dante,o Bambas vai passar pelo inferno, purgatório e o paraíso, falando do questionamento do autor sobrese o conhecimento, é sinônimo de pecado ou sepode aproximar a humanidade de Deus através de atos virtuosos?
Ficha Técnica
Horário: 1h20
Fundação: 13/01/1964
Cores: Vermelho e Branco
Bairro de Origem e Sede: Cantagalo
Número de Títulos: 15
Presidente: Gustavo Carvalho
Vice-presidente: Eric Kopke
Enredo de 2018: Miscigenação
Colocação em 2018: Vice-Campeão
Enredo 2019: É Pecado
Autor do Enredo 2018: Diego Araújo e Gilber Rosa
Carnavalesco: Gilber Rosa
Diretor de Carnaval: Rogéria Bastos
Número Aproximado de Componentes: 580
Carros Alegóricos: 3
Alas: 14
Nome da Bateria: Puro Ritmo
Mestre de Bateria: Matheus Goulart
Número de Ritmistas na Bateria: 81
Rainha de Bateria: Jô Saldanha
Musa da Escola: Isabela Lima, Tassiane Agostinho e Matsui Lima
Mestre-Sala e Porta Bandeira: Feliciano Júnior e Alcione Carvalho
Coreógrafo da Comissão de Frente: Não foi informado
Diretor de Harmonia: Fabiano Pacheco
Compositores do Samba: Fernando Barbosa, Jorge Barbosa, Fábio Barbosa, Victor Hugo, Ramon Zona Sul, Victor Alves, Leozinho Nunes, Pitty di Menezes e Guilherme Sá
Intérpretes: Genê e Pitty de Menezes

Letra do Samba:
O medo faz abrigo no meu peito
Vago na sombria escuridão
A condução é do poeta, me deu a mão
Nas profundezas arde o fogo contra o mal
A traição não tem perdão é infernal
Quem sabe e faz, peca mais, aumenta a pena
Reluz na chama o brilho da esperança
Quem planta o bem, amor há de colher
A paz há de prevalecer

Redenção que faz recomeçar
Oração pra alma não se perder
Provação é não pecar
É preciso saber viver

Uma flor no céu desabrochou
Me levou à purificação
Viver nas virtudes revelou
A face da criação
Oh! pai que me rege e me guia
Transforma "vidas"
Derrama toda luz que há em ti
É plena nossa liberdade, pra buscar felicidade
O paraíso é aqui

O Vermelho seduz, faz arrepiar
Deixa o Bambas te levar
Pecado é não brincar o carnaval
Eu vou pra folia, não me leve a mal





Por Aline Carius

Publicidade
1200x628jpg
3 Tenis 189