Domingo é o grande dia do Carnaval de Três Rios

Escolas de samba superam a crise e entram na avenida para emocionar o público

Três Rios - (Entretenimento) - Sábado, 22 de Fevereiro de 2020.

Domingo é o grande dia do Carnaval de Três Rios Carro alegórico da campeã Mocidade em 2019

Cinco escolas de samba estarão se apresentando na Avenida Condessa do Rio Novo, neste domingo (23), a partir das 21h, na busca pelo título de campeã do Carnaval de Três Rios. Ponto alto da folia trirriense, o desfile a cada ano se supera e, mesmo com a crise, as agremiações prometem um espetáculo de muita beleza, garra, alegria e emoção. Cada escola terá o tempo mínimo de 45 e máximo de 65 minutos para se apresentar para o público e 18 jurados de nove quesitos, com intervalos de 15 minutos entre uma e outra. A apuração acontece na quinta-feira (26), a partir das 15h, no Entrerriense F.C..
Confira as fichas técnicas de cada agremiação e torça por sua escola de samba favorita!
*******************************************************************************************

GRES Independente do Triângulo
Ausente dos desfiles por dois carnavais, a escola de samba tricolor que tem o leão como símbolo, promete muita garra para fazer um bom desfile e conquistar seu primeiro título entre as principais escolas de samba de Três Rios. Por determinação do Tribunal de Contas do RJ, a escola não recebeu verba da Prefeitura, mas, mesmo assim realizou eventos em sua sede e arregaçou as mangas para pisar na Avenida Condessa do Rio Novo e fazer uma apresentação para ficar na memória de todos.
"O enredo de 2020 do Triângulo é 'Abram-se as cortinas...A Sorte está lançada'. Vou mostrar onde a palavra sorte surgiu e as situações em que necessitamos de sorte. O fio condutor dessa historia é o Coringa, representado pelo leão. Ele vai desbravar toda história, mostrando os sonhos dos brasileiros e o sonho maior do Triângulo que é a sorte de desfilar no carnaval 2020", disse o carnavalesco João Vitor Esteves.

Ficha Técnica
Horário: 21h
Fundação: 13/04/1985
Cores: Vermelho, verde e branco
Bairro de Origem e Sede: Triângulo
Número de Títulos: 3 (conquistados no segundo grupo: 1991, 2015 e 2017)
Presidente: Sebastião Rufino (Tião Rufino)
Vice-presidente: Sebastião Moraes (Tião Flamengo)
Enredo de 2019: A escola não desfilou
Enredo 2020: "Abram-se as cortinas. A Sorte está lançada!"
Carnavalesco e autor do enredo 2020: João Vitor Esteves
Diretor de Carnaval: Carlos Augusto
Número Aproximado de Componentes: 600
Carros Alegóricos: 3
Alas: 11
Nome da Bateria: Invocada
Mestre de Bateria: Brunão
Número de Ritmistas: 60
Rainha de Bateria: Ana Pimentel
Musas da Escola: Vanessa Clark e Ana Júlia Felicidade
1º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Vinicius Jesus e Viviane Oliveira
Coreógrafo da Comissão de Frente: Junior Barbosa
Diretor de Harmonia: José Carlos Machado
Compositores do Samba: Lodi, Flávio Roberto, Rodrigo Ferraz e Paulinho Direito
Intérprete: Rodrigo Vianna (Rodriguinho)

Letra do Samba de Enredo:

Conquistar...
Essência da vida
Realidade ou ilusão
Em busca da felicidade
Fala alto a ambição
Tirei das mãos
O coringa que faz a viagem surgir
Pra desvendar, as maravilhas de um país
Sonhos, aventuras
Vitórias e tropeços
Sem perder a fé em cada recomeço
Levo a esperança, no peito a ousadia,
Nesse tabuleiro,
Eu quero ser um rei
Chegou a minha vez!

Como será o meu amanhã?
Revelam os búzios, confirma o tarot
Quebro a banca, jogo as cartas na avenida
Sou Independente, vencedor nessa folia

Entre partidas, chegadas
Sigo a caminhada
Grandes desafios
A sorte está lançada
Faço minha jogada na avenida
Rolam os dados
Todas as fichas
Gira a roleta, no cassino do destino fui buscar
O bilhete premiado
Com o palpite divinal
Triângulo, campeão do carnaval!

Vai dar leão, pode apostar
Fé na vitória, basta acreditar
As cortinas vão se abrir
Sem medo de ser feliz

*******************************************************************************************
GRES Sonhos de Mixyricka
A nova diretoria da escola azul e laranja resolveu arregaçar as mangas após o falecimento do ex-presidente Cirinho, e não deixar a bandeira enrolar. O novo presidente, Rosemar Goulart, montou um grupo coeso que está se dedicando 24 horas por dia para que a Sonhos de Mixyricka faça um desfile competitivo com o mesmo padrão de qualidade de suas co-irmãs. O trabalho de barracão mostra que a escola vai fazer bonito na avenida e os carros alegóricos estão com acabamento caprichado.
"O enredo é uma homenagem às tradições da cultura negra, aproveitando esse momento de tantas indefinições para chamar a atenção para a discriminação e preconceito", disse o carnavalesco Amarildo Lopes, que está de volta à escola azul e laranja, onde já conquistou títulos no passado.

Ficha Técnica
Horário: 22h20
Fundação: 12/07/1974
Cores: Azul e laranja
Bairro de Origem e Sede: Centro. A escola não tem sede e realizou eventos no Independência Clube e na Travessa Elmir Vizeu, próximo às casas populares, no bairro do Cantagalo
Número de Títulos no Grupo A: 1 (1991)
Presidente: Rosemar Goulart Neves
Vice-presidente: Luciano de Andrade M. dos Santos
Enredo de 2019: "Mixyricka faz a Festa com Manoel de Barros - Meu quintal é maior que o mundo"
Colocação em 2019: 4º lugar
Enredo 2020: "Raízes Ancestrais"
Carnavalesco e autor do enredo 2020: Amarildo Lopes
Diretora de Carnaval: Neuza Beatriz
Número Aproximado de Componentes: 350
Carros Alegóricos: 3 carros e 1 tripé
Alas: 13
Nome da Bateria: Supersom
Mestre de Bateria: Flávio Roberto
Número de Ritmistas: 80 (com 7 diretores)
Rainha de Bateria: Carol Silva
Musa da Escola: Mell Santos
1º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Dodô e Raquel
Casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira Mirim: Kauê e Larissa Santos
Coreógrafo da Comissão de Frente: Guilherme Santos
Diretor de Harmonia: Henrique (Riquinho)
Compositores do Samba: Marcão Lodi, Rodrigo Ferraz, Guilherme Baracho, Paulinho Direito e James Bernardes
Intérprete: James Bernardes

Letra do Samba de Enredo:

Sopra o vento
Sob a luz de Olorun
Energia que fascina
É a força da vida
Salve a tradição Nagô
Essência da fé que não se curvou
Às dores de açoites, senzalas
África, berço de lutas e histórias pra contar
O negro escravizado resistiu
Cruzou terras e mares
Iluminando o meu Brasil

Oooôh ... Tem xirê, samba de roda
Quilombos que marcaram nosso chão
A escravidão sucumbia
A sabedoria derrotou a opressão

Será,
Depois de tanto sofrimento
Há de chegar um novo tempo
Para a igualdade semear?
Honra aos nossos ancestrais
Que não desistiram jamais
Recebam a celebração
Da criatura e o criador em comunhão

No clamor da liberdade
Resistência é a nossa voz
Raiz africana me guia...
Sonha Mixyricka!
*******************************************************************************************
GRES Mocidade Independente de Vila Isabel
Campeã do carnaval trirriense no ano passado, a Tricolorida, como é carinhosamente chamada, quebrou o jejum de 14 anos sem título e arrebatou a avenida com seu desfile, mesmo sob chuva. Esse ano, novamente, o presidente Luciano do Espírito Santo, aposta em novos talentos, como é o caso dos jovens carnavalescos Lucas Almeida, que veio de uma escola de samba de maquete, e Pedro Henrique Lavinas.
"O enredo da Mocidade faz um convite para que todos viajem com nossa escola pelo incrível universo das crenças populares! Um universo cheio de mistério e magias, sorte e azar! Começaremos nossa viajem na Antiguidade, onde não se tinha tecnologia e a ciência não era tão avançada como hoje. Abordaremos as crenças no azar; enfim, histórias que irão fazer o público se arrepiar... Vamos espantar todo o azar com as crenças que trazem a sorte!", diz empolgada a dupla de carnavalescos que estreia na escola.

Ficha Técnica
Horário: 23h40
Fundação: 15/11/1971
Cores: Verde, vermelho e branco
Bairro de Origem e Sede: Vila Isabel
Número de Títulos: 8 (1973, 1989, 1991, 2002, 2003, 2004, 2005, 2019)
Presidente: Luciano do Espírito Santo
Vice-presidente: Luiz Antônio Salvado (Catatau)
Enredo 2019: "Amas de leite, mães escravas de seus próprios destinos"
Colocação em 2019: Campeã
Enredo 2020: "Abracadabra: Mistérios e Magias das Crendices Populares!"
Autores do enredo 2020 e carnavalescos: Lucas Almeida e Pedro Henrique Lavinas
Diretor de Carnaval: Luciano do Espírito Santo
Número aproximado de componentes: 300
Carros Alegóricos: 3 carros e 1 tripé
Alas: 12
Nome da Bateria: Explosão
Mestre de Bateria: Valdenir Bastos (Mestre Ni)
Número de Ritmistas: 72
Rainha de Bateria: Iara Macedo
Musas da Escola: Meiryelem Cunha e Vitória
1º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Patrick Floriano e Luana
Coreógrafo da Comissão de Frente: Ceci Miranda
Diretor de Harmonia: Almir José Monteiro
Compositores do Samba: James Bernardes, Douglas Ribeiro, Diego Chocolate, Fabão e Leozinho Nunes
Intérprete: Serginho Gama

Letra do Samba de Enredo:
Vamos sambar
Pelas linhas do tempo
Tem mistério no ar
Viagem cigana, mais que aventura
Um mundo encantado de sorte ou azar
Além da imaginação
O medo domina o meu coração
Doutrinas da fé, que cegam o olhar
Histórias de arrepiar

Espelho quebrado, xô mau-olhado
É bruxaria, gato preto, "tá marrado!"
A sexta-feira 13 é superstição
Meu Deus, lhe peço proteção

A sorte é força que vira a maré
De alma lavada, arruda e Guiné
Pra purificar o meu caminhar
Na avenida um banho de alegria
Que irradia a cultura e proteção
No tremular do pavilhão
É a Vila...
Amor verdadeiro
Que explode no peito a felicidade
Meu amuleto é você
Minha comunidade

Ôôôô a Mocidade chegou!
Um caso de amor, eterna magia!
Pro sonho começar, diga a palavra
Abracadabra

*******************************************************************************************
GRES Bom das Bocas
A verde e branco do bairro da Caixa D´Água quer apagar a má colocação do ano passado e promete dar a volta por cima e abrir os caminhos da vitória com a proteção de Oxóssi. No ranking de títulos, a escola está empatada com o Bambas do Ritmo, com 15 campeonatos conquistados, o último em 2018.
"O enredo do Bom das Bocas, 'Okê Arô - o Rei das Matas', vai retratar a história do orixá Oxóssi, seu envolvimento com outros orixás e a ligação com o sincretismo religioso. Oxóssi é a natureza e o orixá tem uma forte ligação com a força da terra. Guerreiro e valente, o orixá passa em cada um dos setores sua luta e conquistas", disse o carnavalesco Junior Pernambucano que esse ano se divide entre Três Rios e o Rio, onde assina o enredo do Império Serrano, uma das mais tradicionais escolas de samba do carnaval carioca.

Ficha Técnica
Horário: 1h
Fundação: 6/1/1963
Cores: Verde e branco
Bairro de Origem e Sede: Caixa D’ Água
Número de Títulos: 15 (1972, 1975, 1976, 1980, 1988, 2004, 2006, 2007, 2008, 2009, 2011, 2012, 2013, 2014, 2018)
Presidente: Otorino Bilheri
Vice-presidente: André Luís Barbosa da Costa (Joe)
Enredo de 2019: “Arte e Vida Vitalina”
Colocação em 2019: 3º lugar
Enredo 2020: "Okê, Arô - O Rei das Matas"
Carnavalesco e autor do enredo 2020: Júnior Pernambucano
Diretor de Carnaval: Antônio Carlos (Capoeira)
Número Aproximado de Componentes: 420
Carros Alegóricos: 3
Alas: 14
Nome da Bateria: Furiosa
Mestre de Bateria: Junior
Número de Ritmistas: 60
Rainha de Bateria: Tati Leiróz
Musas e Musos da Escola: Gabi Nonato, Gabi Santos, Carol Martins, Flávia Borges, Rayéd Rodrigo e Leandro Martins
1º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Diego Falcão e Patrícia
2º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Danilo Santos e Cristiane Santos
Coreógrafo da Comissão de Frente: Caíque Bonforte
Diretor de Harmonia: César Augusto Barbosa
Compositores do Samba: José Américo, José Mário, JC Coelho, Nego, Jail Botafogo e Kunta
Intérpretes: Juan Briggs

Letra do Samba de Enredo:
Hoje tem xirê na verde e branco
Bom das Bocas vem saudar grande orixá
Senhor da Caça, dono da floresta
Filho de Iemanjá e Oxalá
Divindade do clã de Ogum
Ensinou a guerrear para viver
Lua cheia sua luz eu encontrei
Laroiê, Laroiê meus caminhos entreguei

Firmo o ponto, risco a pemba
Obedeço a lei maior
Tenho a proteção de Oxóssi
Guerreiro de uma flecha só

Loci Loci Logun Edé
Cumpriu as ordens de Olodumaré
Fartura...prosperidade
Cura pra todos os males
Paz ao povo de Ketu
Vitória aos filhos de fé
Segue o verdadeiro amor em procissão
Na Bahia Ele é São Jorge!
No Rio Ele é São Sebastião!

Iruquerê, ofá, abô
Na Juremeira axoxô pra Inlé
O Rei das Matas! Okê Arô!
Kolofé Olorum! Axé!
*******************************************************************************************

GRES Bambas do Ritmo
Na liderança em conquista de títulos ao lado de sua co-irmã Bom das Bocas, a vermelho e branco do bairro do Cantagalo promete um desfile grandioso e de muita beleza, tendo a Lua como inspiração e a proteção de São Jorge, que no sincretismo religioso é o orixá Ogum. Com quatro títulos conquistados na escola, o carnavalesco Gilber Rosa, garante que o público vai se emocionar com o belo desfile que o Bambas vai apresentar.
"A ideia é falar sobre seres encantados. A influência da Lua com a Terra, o sincretismo religioso, onde teremos a reprodução de Ogum, São Jorge e finalizaremos com a Lua. O nosso carro surpresa é o carro da floresta. O problema na busca por materiais é a demanda de última hora. Mesmo utilizando muitas coisas recicladas, principalmente da nossa escola, ainda sim a procura está muito grande. Estou utilizando muitas coisas de anos anteriores; apenas reciclando e dando uma cara nova. Peço à comunidade do Cantagalo que seja muito confiante, porque o Bambas vai fazer um carnaval forte e digno de um grande competidor", finalizou o carnavalesco Gilber Rosa.

Ficha Técnica
Horário: 2h20
Fundação: 13/01/1964
Cores: Vermelho e branco
Bairro de Origem e Sede: Cantagalo
Número de Títulos: 15 (1974, 1977, 1978, 1979, 1981, 1982, 1983, 1984, 1987, 1993, 1994, 2010, 2015, 2016, 2017)
Presidente: Rosimar Souza, a Gugu
Vice-presidente: Fabiano Pacheco
Enredo de 2019: "É Pecado? "
Colocação em 2019: 2º lugar (vice-campeã)
Enredo 2020: "Sob a luz do Luar "
Autores do enredo 2020: Rafael Moreira e Gilber Rosa
Carnavalesco: Gilber Rosa
Diretores de Carnaval: Rogéria Bastos e Eric Kopke
Número Aproximado de Componentes: 350
Carros Alegóricos: 4 e 2 tripés
Alas: 15
Nome da Bateria: Puro Ritmo
Mestre de Bateria: Matheus Goulart
Número de Ritmistas: 80
Rainha de Bateria: Jô Saldanha
Musa da Escola: Não informado
1º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Anderson Motta e Cyntia Santos
2º casal de Mestre-Sala e Porta Bandeira: Tony e Keyla
Coreógrafo da Comissão de Frente: Jhonison Paulo
Diretores de Harmonia: Fábio Cardoso e Silvio Henrique
Compositores do Samba: Claudio Mala Veia, André Ricardo, Anderson Benson, Rodrigo Minuetto, Rodolfo Minuetto, Nando do Cavaco, Tchelo Tatuapé, Marcia Teles, Fuka Bandolero e Alisson Cleffs
Intérpretes: Genê (Participação especial: Pitty de Menezes)

Letra do Samba de Enredo:
O Criador me fez Jaci
E assim iluminei a escuridão
De longe, avistei Guaraci
Na claridade encontrei minha paixão
Desilusão... O amor fez meu pranto rolar
E a índia menina tão bela
Desabrochar... Vitória-régia!
Os seres noturnos... Fascinantes
Mistérios da noite... Deslumbrantes
Encanto e magia
Nos rituais um banho de energia

No eclipse encontro a razão dos meus "ais"
Na minha influência, colheita se faz
Maré que vem... Maré que vai...
Em cada "ciclo" a vida se refaz

Meu brilho sereno vagueia
Sou cheia de mitos...
De mel, com tons brilhantes
Eternizo romances tão bonitos
Sublime força espiritual
Na luta contra o mal
E hoje, enfeitando o luar...
De vermelho e branco, vou sambar...

Ogum iê, Ogum iê ô
Vem me valer, São Jorge protetor
Ogum iê, Ogum iê ô
É hora de vencer, o Bambas chegou!!!




 

Por Redação

Crédito da Foto: Jonair de Christo

Publicidade

Mais notícias:

4 itens por 199
160X600jpg