Maçonaria promove palestra e presta homenagem a colunistas do ERJ

Três Rios - (Cotidiano) - Sábado, 09 de Fevereiro de 2019.

Maçonaria promove palestra e presta homenagem a colunistas do ERJ

Acontece nesta terça-feira (12), às 20h, uma palestra oferecida pela Loja de Estudos Maçônicos “Sebastião de Castro”, através do Venerável Mestre e Obreiros. O local do evento será o templo da Loja Maçônica “25 de Março”, na Rua da Maçonaria, nº 268, no Centro.
A palestra será sobre “Afetividade Conjugal e Familiar, regida pelo Padre Medoro de Oliveira Souza Neto, da Igreja São José Operário do Triângulo, colunista do Entre-Rios Jornal e ainda durante a cerimônia terá uma homenagem ao Maestro Vinícius dos Santos Pereira, outro colunista deste jornal, por seus estudos sobre a Música e a Maçonaria.
Sobre os estudos feitos pelo Maestro Vinícius Pereira, estão divididas em quatro partes as colunas publicadas no jornal. Na primeira parte Vinícius explica:
“A Maçonaria, ao longo dos séculos, estimulou diversas realizações artísticas. Seja na música, literatura, teatro, exerceu profunda influência na cultura ocidental, deixando marcas através de sua simbologia característica e dos conceitos filosóficos que a sustentam. Constituída no início do século XVIII, a Maçonaria estabeleceu diversos ritos que somente seus membros têm acesso e compreensão plena. Não há como um leigo decifrar todo o protocolo dos cerimoniais realizados; contudo, é certo que a música faça parte de todos eles. No princípio, o repertório executado nas reuniões consistia em textos maçônicos adaptados a melodias populares. A partir dos anos 1750, diversas peças foram escritas especificamente para os ritos, muitas, compiladas e editadas em hinários. A prática musical na Maçonaria desenvolve-se através de uma estrutura denominada “Coluna de Harmonia”. Esta consiste em todos os recursos musicais (instrumentos, partituras, músicos, equipamentos de áudio) disponíveis na Loja (templo onde se reúnem os maçons), sendo coordenada por um membro experiente conhecido como “Mestre de Harmonia”. Cabe ao Mestre de Harmonia providenciar e organizar a execução musical durante as reuniões. Muitos compositores, membros da irmandade ou não, produziram músicas belíssimas, de elevado valor artístico que, por si, são merecedoras de execução nos templos.”
Acesse o site do Entre-Rios Jornal para conhecer o trabalho do Maestro Vinícius Pereira:
Parte I: www.entreriosjornal.com.br/coluna-musica-e-maconaria-parte-i-676
Parte II: www.entreriosjornal.com.br/coluna-musica-e-maconaria-parte-ii-compositores-e-suas-obras-686
Parte III: www.entreriosjornal.com.br/coluna-musica-e-maconaria-parte-iii-bach-e-beethoven-foram-macons-707
Parte IV: www.entreriosjornal.com.br/coluna-musica-e-maconaria-parte-iv-mozart-719

Por Zeca Lima

Crédito da Foto: Facebook

Publicidade
4 itens por 199
4 itens por 199