ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Mestre-sala trirriense vai brilhar novamente na Sapucaí

Três Rios - (Entretenimento) - Quinta, 20 de Fevereiro de 2020 às 07:00 horas.

  Mestre-sala trirriense vai brilhar novamente na Sapucaí
Em 2014, o jovem mestre-sala Douglas Rosa, o Dodô, de 27 anos, sentiu pela primeira vez a emoção de passar pela Marquês de Sapucaí no desfile da Unidos do Porto da Pedra. Naquele ano, a escola de samba de São Gonçalo fazia uma homenagem aos casais de mestre-sala e porta bandeira com o enredo “Majestades do Samba: os defensores do meu pavilhão!” e ele desfilava com a porta bandeira Paola Fernandes, levando pela primeira vez à Passarela do Samba, no Rio, o pavilhão verde e branco da escola de samba trirriense Bom das Bocas, agremiação onde foi revelado.
O sonho de ser mestre-sala vem desde pequeno, e Dodô, que começou aos 10 anos, já ganhou o Troféu Ziriguidum em sua categoria. Ano passado, ele e a porta bandeira Paola, ganharam a premiação desfilando como primeiro casal da campeã Mocidade Independente de Vila Isabel, ganhando duas notas 10 dos jurados, mostrando que Três Rios também tem talentos neste segmento.
Atualmente Dodô é o segundo mestre-sala da escola de samba Acadêmicos da Rocinha, que desfila pela Série A nesta sexta-feira (21). Lá, ele conduz o pavilhão verde, azul e branco ao lado da porta bandeira Raquel Silva. Em Juiz de Fora ele também atua na função ocupando o primeiro posto na Mocidade Alegre. Mas, o talento e a paixão pelo bailado não o fazem ficar parado. Formado em fisioterapia, Dodô aproveita os momentos de folga para se aperfeiçoar e estar preparado para a maratona que está por vir. Afinal, neste domingo (23), na Avenida Condessa do Rio Novo, ele vai estar ao lado da porta bandeira Raquel Silva conduzindo o pavilhão azul e laranja da escola de samba trirriense Sonhos de Mixyricka.

Preparação e foco

Em Três Rios, o mestre-sala Dodô se prepara com o bailarino e coreógrafo Luís Leal há dois anos. “Sinto muito diferença na dança quando faço as aulas com ele. Ano passado, por exemplo, a coreografia de jurado da Mocidade da Vila foi feita por mim junto com ele, que cuida da parte técnica da dança clássica e eu com a tradição do mestre-sala e porta bandeira”, comenta Dodô.
Sobre a preparação para o Carnaval 2020, Dodô revela que começou em maio do ano passado com as aulas na Escola de Dança Carlinhos de Jesus, no Rio, às sextas-feiras, com o coreógrafo João Paulo Machado, renomado no carnaval carioca por cuidar de casais de mestres-salas e portas-bandeiras, além de aulas na tradicional Escola de Mestre-Sala, Porta Bandeira e Porta Estandarte de Mestre Dionísio, aos sábados. Na primeira semana de janeiro desse ano, o mestre-sala iniciou os ensaios com Luís Leal com frequência de dois ensaios por semana, se dividindo entre os ensaios em Três Rios e no Rio, chegando a ter de quatro a cinco ensaios por semana. “Faço treinos funcionais com o Ian Pinho, musculação com consultoria do Fred Guimarães e uma dieta especial para essa reta final com o nutricionista Gustavo Melo. Divido essa rotina de ensaios do carnaval com a minha profissão de fisioterapeuta, que geralmente trabalho 12 horas por dia (7h a 19h)”, comenta sobre sua preparação física.
O desfile da Série A será transmitido pela TV Globo nesta sexta-feira e sábado.

Por Redação

Publicidade