Mulheres são vistas como as responsáveis pela gravidez indesejada, revela pesquisa

Evitar uma gravidez indesejada ainda é visto pela sociedade como uma responsabilidade exclusiva das mulheres, revelou um estudo publicado pela revista “Science Prog

Paraíba do Sul - (Mundo) - Sexta, 26 de Agosto de 2011.

Evitar uma gravidez indesejada ainda é visto pela sociedade como uma responsabilidade exclusiva das mulheres, revelou um estudo publicado pela revista “Science Progress”.


Em conversa com a assistente social da UPA e da Secretaria de Educação de Três Rios, Hortência Grillo, ela diz que esse é um valor que tem passado de geração para geração. “A sociedade em que vivemos ainda é muito machista. Na maioria das vezes, as mulheres são vistas como as culpadas por uma gravidez indesejada”, disse.


De acordo com Hortência Grillo, a responsabilidade de evitar uma gestação recai geralmente sobre as mulheres, já que muitos homens não querem ou não gostam de usar o preservativo. Com isso, elas precisam recorrer às pílulas contraceptivas femininas.
Há ainda homens que se recusam a fazer a vasectomia - procedimento cirúrgico de esterilização - por a associarem à falta de ereção sexual, e submetem as mulheres à função de realizar a laqueadura. Tentando mudar essa mentalidade, o Brasil foi o primeiro país da América Latina a implementar uma política pública de saúde específica para os homens.


Investir em ações de planejamento familiar também é fundamental para evitar uma gravidez indesejada. Através do acesso à informação e métodos contraceptivos, o planejamento visa contribuir com o controle da taxa de natalidade e com a saúde da mulher e da criança, diminuindo o número de gestações de alto risco, abortos inseguros e consequentemente reduzindo a mortalidade materna e infantil.  


“Hoje em dia não há desculpa para uma gravidez indesejada. Qualquer pessoa tem acesso gratuito a métodos de contracepção. Além disso, campanhas de conscientização estão sempre sendo veiculadas na mídia”, declarou a assistente social Hortência Grillo.
 

Por Redação

Publicidade
160X600jpg