Nestlé e Laticínios Bela Vista, donos da Piracanjuba, firmam parceria e fábrica de Três Rios terá ex

Três Rios - (Economia) - Sexta, 09 de Agosto de 2019.

Nestlé e Laticínios Bela Vista, donos da Piracanjuba, firmam parceria e fábrica de Três Rios terá ex

O prefeito de Três Rios, Josimar Salles, acompanhado do secretário de Indústria e Comércio, Ricardo Rocha, recebeu em seu gabinete nesta quarta-feira (7) a gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Nestlé, Simone Garcia, e o conselheiro executivo da Laticínios Bela Vista, José Pereira Silveira. A Nestlé Brasil, maior empresa de alimentos e bebidas do mundo, e o Laticínios Bela Vista, proprietários das marcas Piracanjuba e LeitBom, anunciaram um acordo que firma parceria entre as duas empresas para a produção e distribuição de leite UHT no país.
Por meio desse acordo, a Nestlé vai licenciar suas marcas Ninho e Molico, exclusivamente para o segmento de leite líquido no Brasil, para o Laticínios Bela Vista, por um período de dez anos. O objetivo da parceria é que os donos da marca Piracanjuba acelerem a expansão do segmento UHT no país a partir de sua reconhecida expertise no mercado de leites e posicionem as duas marcas icônicas da Nestlé como líderes também nessa categoria.
Pelo acordo entre as empresas, o Laticínios Bela Vista assumirá as unidades da Nestlé que hoje produzem os leites UHT, aproveitando, assim, as linhas já instaladas e, principalmente, absorvendo os funcionários dessas localidades: Três Rios (RJ) e Araraquara (SP) e parte da fábrica de Carazinho (RS).
Um dos pontos fundamentais ao longo da negociação entre as empresas foi a manutenção dos postos de trabalho. Além disso, as duas empresas estão comprometidas com uma transição bem-sucedida do negócio, de modo a não impactar os consumidores, fornecedores ou os pontos de venda.
“A união dessas duas grandes empresas é a garantia do desenvolvimento das atividades industriais em nossa cidade, fomentando a economia local e gerando emprego e renda”, disse o prefeito Josimar Salles.
Nos próximos dias, os termos do acordo serão submetidos ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE). A estimativa é de que a operação entre em vigor até o fim do ano.

Por Redação

Crédito da Foto: Comunicação PMTR

Publicidade
728x90
160X600jpg