Prefeitura de Três Rios edita decreto com novas medidas de combate ao coronavírus

Três Rios - (Saúde) - Quarta, 01 de Abril de 2020 às 17:45 horas.

  Prefeitura de Três Rios edita decreto com novas medidas de combate ao coronavírus O prefeito Josimar Salles editou, nesta quarta-feira (01), o Decreto Municipal Nº 6.278 de 01 de abril de 2020, com prorrogação de medidas de combate ao coronavírus e manutenção da economia no município. O anúncio foi feito por um vídeo nas redes sociais na madrugada desta quarta.

Entre as decisões, está o prolongamento do período sem aulas nas escolas públicas, particulares e universidades, que deverão permanecer em recesso por mais 15 dias.

De acordo com o prefeito, a Secretaria de Educação e a Secretaria de Promoção Social estão realizando o cadastro de famílias de alunos das escolas públicas, que vivem em situação de vulnerabilidade, para receberem amparo alimentício.

O decreto dispõe também sobre o funcionamento de bares, lanchonetes e restaurantes, que poderão operar com 30% da capacidade de público. O prefeito orientou que os proprietários desses estabelecimentos continuem atendendo ao público por entregas e estimulou que os clientes, quando houver necessidade de comprar presencialmente, consumam os produtos em casa.

Josimar Salles falou sobre novas regras para o funcionamento dos supermercados. De acordo com o decreto, só poderão funcionar estabelecimentos que vendam mercadorias essenciais, como os alimentos básicos, e que tenham pelo menos 50% da área de venda destinada à comercialização desses produtos.

O prefeito comentou, ainda, sobre uma loja de departamento que ganhou uma liminar para operar normalmente no estado do Rio, nesta terça-feira (31). “Há uma grande loja que entrou com uma liminar, mas não trabalha com produtos essenciais. Essa loja trabalha com outros produtos que são vendidos por diversas outras lojas do nosso comércio que estão fechadas, e isso não é justo”, disse o prefeito.

Josimar aproveitou a oportunidade e afirmou que a fiscalização do funcionamento dos estabelecimentos será rigorosa. Segundo o chefe do executivo no município, a prefeitura terá apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal.

O documento trata também do funcionamento das lojas de material de construção, lojas de tintas, lojas de autopeças e oficinas. Os estabelecimentos poderão funcionar das 13 às 18 horas, e deverão trabalhar com o menor número de colaboradores possível. Os funcionários com idade superior a 60 anos devem ser liberados.

De acordo com o decreto, poderão funcionar, ainda, os salões de beleza e as barbearias, desde que atendam um cliente por vez.

Por Redação

Crédito da Foto: Pixabay

Publicidade