Prefeitura intensifica ações de combate à Covid-19 em Três Rios

As medidas, tomadas desde o dia 13, estão em conformidade com as diretrizes estadual e federal

Três Rios - (Saúde) - Quarta, 01 de Abril de 2020 às 07:00 horas.

  Prefeitura intensifica ações de combate à Covid-19 em Três Rios Na segunda semana de março, a prefeitura de Três Rios começou a definir as medidas de enfretamento ao coronavírus no município, seguindo as recomendações do Governo Federal e do Governo Estadual.
Desde o início do mês, o Ministério da Saúde passou a recomendar atitudes preventivas no combate à proliferação do novo coronavírus no Brasil, desde medidas profiláticas, como a lavagem das mãos e o uso regular de álcool em gel, a ações de coordenação demográfica, como o isolamento social e regulamentação do funcionamento do comércio, das indústrias e dos serviços.
No mesmo período o estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Saúde, deu início às campanhas de supressão da epidemia de coronavírus no estado passou a mobilizar recursos para execução e gerenciamento laboratorial dos casos suspeitos de Covid-19 nos municípios fluminenses.
No dia 13 de março, o prefeito Josimar Salles assinou um decreto que define as medidas adotadas pelo governo municipal para viabilizar o tratamento de pacientes e combater a contaminação ou propagação do novo coronavírus.
Dentre as medidas adotadas no município, estão isolamento social, período de quarentena, exames médicos, testes laboratoriais, coleta de amostras clínicas, vacinação e outras medidas profiláticas, tratamentos médicos, estudo ou investigação epidemiológica, além da requisição de bens e serviços no combate à doença. O decreto também define a criação do Gabinete de Urgência e do Plano de Resposta de Emergência ao novo coronavírus pela Secretaria Municipal de Saúde.
Na ocasião, o prefeito Josimar Salles determinou, ainda, a suspensão por 15 dias das aulas na rede pública e particular de ensino - podendo ser prorrogada por mais 15 - com o adiantamento das férias escolares, e o cancelamento de eventos esportivos, sociais e de qualquer natureza com aglomeração de pessoas, seguindo as orientações do Governo do Estado.
A secretaria de saúde Alessandra Ferreira comentou sobre os questionamentos da população em relação aos resultados dos exames dos casos suspeitos em Três Rios, no dia 17. De acordo com a secretária, o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), sistema que gerencia os exames laboratoriais de saúde pública no estado do Rio, ainda não havia disponibilizado os resultados. Em comunicado posterior, a Prefeitura esclareceu que os resultados ainda não haviam sido liberados pelo laboratório em função do elevado número de exames enviados por todos os municípios do estado.
No dia 18 de março, após uma reunião, na terça-feira (17), entre o Sicomércio, o prefeito Josimar Salles, empresários da cidade e representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o sindicato publicou uma carta circular com orientações ao comércio, recomendando o funcionamento de shoppings e comércio de rua em horário reduzido, das 13 horas às 18 horas, de segunda a sábado, a partir do dia 19 de março.
A circular estabelece também o funcionamento de bares, restaurantes e lanchonetes com capacidade de lotação restringida a 50% da lotação, com normalidade de entrega e retirada de alimentos no próprio estabelecimento, com exceção dos supermercados, farmácias, padarias, açougues e serviços de saúde como hospitais, clínicas e laboratórios.
O Sicomércio solicitou, na reunião, a adoção de medidas em relação aos impostos do município. Dentre as solicitações, como a suspensão da cobrança do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e a suspensão total ou parcial da cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) dos estabelecimentos comerciais, ambas pelo prazo de três meses, a fim de gerar subsídios à manutenção das atividades e dos funcionários nesse período.
No dia 19, um falso áudio sobre o agravamento da situação do coronavírus em Três Rios começou a circular nas redes sociais. Na gravação, uma suposta enfermeira relatava o desespero por parte da equipe da Prefeitura em relação à epidemia de Covid-19 na cidade.
O áudio teria sido gravado após uma reunião entre o prefeito Josimar Salles, a secretária de saúde, Alessandra Ferreira, e um médico infectologista. De acordo com a suposta enfermeira, a equipe reunida teria entrado em pânico depois da notificação de 23 casos suspeitos em Três Rios. Após a repercussão do áudio, a guarda municipal Crizania Pacheco postou um vídeo nas redes sociais para esclarecer a situação e tranquilizar os trirrienses.
No dia 20, o prefeito Josimar Salles anunciou a adoção de medidas mais rígidas para o enfretamento da epidemia do novo coronavírus na cidade. Após a divulgação da portaria 454 do Governo Federal, que reconheceu o estado de transmissão comunitária coronavírus no Brasil, a prefeitura suspendeu totalmente por 15 dias diversas atividades do comércio com o objetivo de evitar a aglomeração de pessoas, a partir do dia 22.
A medida passou a valer para casas de show e espetáculos de qualquer natureza, casas de festas e eventos, feiras, exposições e seminários, cinemas e teatros, clubes de lazer, clubes sociais, academias, centros de ginástica, parques e jardins, bares e restaurantes e do comércio, com exceção de mercados, padarias, açougues, farmácias, postos de gasolina e lojas de alimentação para animais, considerados atividades essenciais.
No dia 23, O prefeito Josimar Salles decretou Estado de Calamidade Pública em Três Rios e determinou o controle de acessos a supermercados e agências bancárias. O prefeito também definiu regras para funcionamento das indústrias e empresas de serviços, que ainda não haviam sido regulamentados nos decretos anteriores.
O estado de calamidade pública significa a suspensão das restrições decorrentes de eventual descumprimento aos limites de gastos dos governos. É dispensado, também, o cumprimento de resultados fiscais e a necessidade de contingenciamento de despesas caso as receitas não sejam suficientes. Dessa forma, há maior disponibilidade de recursos financeiros para determinada ação, como no caso do enfrentamento ao novo coronavírus.
No dia 24, o prefeito Josimar Salles anunciou a abertura de novos oito leitos na unidade de terapia intensiva (UTI), do Hospital de Clínicas Nossa Senhora da Conceição e a aquisição de 10 novos respiradores – aparelhos necessários a pacientes de Covid-19 que possuem dificuldade para respirar – para o hospital. Os novos leitos serão destinados ao atendimento de possíveis pacientes graves decorrentes da epidemia de Covid-19 na cidade.
Nesta segunda-feira (30), aconteceu uma reunião entre o prefeito Josimar Salles e empresários da indústria e do comércio de Três Rios, além dos sindicatos representantes e o Conselho Municipal de Saúde, em que foi avaliado o período de 15 dias de aplicação das medidas de enfrentamento à epidemia de Covid-19 no município.
O prefeito apresentou na reunião a recomendação recebida do Ministério Público e das autoridades de saúde para que mantivesse o isolamento no município, seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, e determinou que se mantenham todas as medidas de isolamento que já estavam em vigor.
De acordo com Josimar Salles, outras reuniões como essa acontecerão a cada semana, com finalidade de análise do quadro epidemiológico e discussão sobre a retomada das atividades comerciais e industriais em Três Rios.

Por Raí de Castro

Publicidade