ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ÚLTIMAS

Secretaria de Saúde discute parceria com municípios para ampliar leitos de UTI destinados a Covid

Estado do Rio - (Saúde) - Sexta, 25 de Setembro de 2020 às 07:00 horas.

  Secretaria de Saúde discute parceria com municípios para ampliar leitos de UTI destinados a Covid A Secretaria de Estado de Saúde (SES) iniciou nesta quinta-feira (24) a discussão de um acordo com as prefeituras de cinco municípios – Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Itaboraí, Nova Friburgo e Cordeiro – com o objetivo de ampliar a oferta de leitos de UTI para atender pacientes com Covid-19. A proposta é que o Governo do Estado financie a abertura de mais 140 leitos de Covid nessas cinco cidades, para fazer frente ao crescimento do número de internações pela doença verificado nas últimas semanas.
O secretário de Estado de Saúde, Alex Bousquet, explicou que as novas vagas previstas no plano serão gerenciadas pelo Sistema Estadual de Regulação (SER) e poderão ser usadas para atender os pacientes de cidades vizinhas, caso seja necessário.
"O cofinanciamento de leitos de UTI nos municípios servirá para que, ao invés de investir em hospitais de campanha, que são unidades cujo projeto tem início, meio e fim, possamos investir nos municípios, para que eles possam enfrentar melhor a pandemia e até atender às suas regiões. Foi a primeira discussão, mas muito em breve será fechado o texto da resolução e começará o repasse para enfrentamento à pandemia", afirmou o secretário.
Participaram da reunião os secretários municipais de Saúde Ana Beatriz Busch Araújo (Rio de Janeiro), Vânia Lúcia Vieira Huguenin (Cordeiro); José Carlos de Oliveira (Duque de Caxias), Júlio César de Oliveira Ambrósio (Itaboraí) e Marcelo Braune (Nova Friburgo); além de Valdilea Veloso, representando o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz.
O chefe de gabinete da Subsecretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Danilo Klein, ressaltou a importância de ampliar o número de leitos neste momento.
"Há o mesmo movimento epidemiológico do começo da pandemia, com aumento de internações na capital, e há tendência de que o fenômeno se repita no interior do estado. É preciso reduzir os números de novos casos e internações, mas também investir em leitos de UTI para evitar a mudança da bandeira amarela, de baixo risco, para a laranja, de risco moderado", afirmou.
Vânia Lúcia Vieira Huguenin, secretária de Saúde de Cordeiro, explicou a relevância do repasse para o município de Cordeiro e sua região.
"Esses recursos darão mais segurança para os pacientes e para o processo de flexibilização do isolamento social. Há uma dificuldade muito grande, por conta da extensão territorial, de fazer a transferência de pacientes graves. Então, esses leitos são essenciais para salvarmos vidas", disse.
Recursos repassados pelo estado permitiram, há dois meses, a criação de dez leitos de UTI no Hospital Municipal Antonio Castro, em Cordeiro, o que atendeu também os moradores de Bom Jardim, Duas Barras, Sumidouro, Carmo, Trajano de Moraes, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto e Cantagalo. Secom RJ

Por Redação

Crédito da Foto: Divulgação/ Secom RJ

Publicidade