Secretaria do Ambiente divulga balanço da operação Mata Atlântica em Pé

Estado do Rio - (Meio Ambiente) - Quarta, 25 de Setembro de 2019.

Secretaria do Ambiente divulga balanço da operação Mata Atlântica em Pé

A terceira edição da operação nacional Mata Atlântica em Pé, promovida pelo Ministério Público, mobilizou agentes de fiscalização da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e do Instituto Estadual do Ambiente, em todo o estado, em uma força-tarefa contra o desmatamento. As ações de fiscalização ocorreram entre os dias 16 e 20 de setembro. No Rio de Janeiro, além dos dados do Atlas da Mata Atlântica (realizado pela Fundação SOS Mata Atlântica e Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), as ações de fiscalização foram subsidiadas por alertas do projeto Olho no Verde.
Ao todo, foram vistoriados 50 alertas, que somam uma área equivalente a mais de 58 campos de futebol. Com o incremento dos alertas do Olho no Verde, a meta inicial foi superada e foram realizadas sete vezes mais ações de fiscalização. O objetivo inicial era vistoriar 7 alertas definidos a partir do Atlas da Mata Atlântica. Somaram-se a esse total mais 43 alertas identificados pelo projeto Olho no Verde, que monitora desmatamento via satélite de alta resolução espacial.
Durante as vistorias, foi constatada supressão de vegetação irregular em 39 alertas (de um total de 50), representando uma área equivalente a 37 campos de futebol, distribuídos pelo território fluminense. Como resultado, foram geradas, pelo menos, 11 medidas administrativas, cinco máquinas apreendidas, quatro pessoas conduzidos à delegacia, cinco obras embargadas, apreensões de aves em cativeiro ilegal, interdição de cinco áreas de extração mineral ilegal (areola) e loteamentos irregulares desfeitos.
A força-tarefa contou com o empenho de fiscais da Superintendência Integrada de Combate aos Crimes Ambientais (SICCA), da Gerência de Fiscalização Ordinária (GEFISO) do Inea, das unidades descentralizadas do Inea, de guarda-parques das unidades de conservação, com o apoio da Policia Militar, por meio do Comando de Polícia Ambiental.
"A operação foi um sucesso já reconhecido pelo Ministério Público Estadual e demonstra o comprometimento do Governo do Estado do Rio de Janeiro e a importância do trabalho integrado e participativo para alcançar a conservação da biodiversidade", avalia a secretária do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro.
No país, os órgãos ambientais de 17 estados da Federação que abrigam o bioma Mata Atlântica participaram da ação nacional de combate ao desmatamento e pela conservação das florestas. Foi a primeira vez que o Governo do Estado do Rio de Janeiro promoveu a iniciativa, por meio da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade.

Sobre o Olho no Verde

O Olho no Verde tem como objetivo o combate ao desmatamento por meio da incorporação da tecnologia do imageamento por satélite e de processamento de dados espaciais. O programa, capaz de identificar supressão ilegal de vegetação a partir de 200 metros quadrados, usa imagens de satélite com 50 centímetros de resolução, detecta a mudança de tons em áreas verdes e aponta a degradação sofrida na região. Ao identificar o desmatamento, alertas são emitidos para as equipes de fiscalização estaduais por meio de plataforma online. Por Ascom da Secretaria do Ambiente e Sustentabilidade

Por Redação

Crédito da Foto: Divulgação Ascom RJ

Publicidade
1200x628jpg
B03 - 300x250