Sonhos de Mixyricka abre o desfile do grupo A do Carnaval de Três Rios

A escola vai fazer a festa com Manoel de Barros

Três Rios - (Entretenimento) - Terça, 26 de Fevereiro de 2019.

Sonhos de Mixyricka abre o desfile do grupo A do Carnaval de Três Rios

Hoje (26), o Entre-Rios Jornal dá início a série especial referente as quatro agremiações que vão desfilar no Grupo A do Carnaval trirriense e disputar o título de campeã de 2019.

Seguindo a ordem do desfile oficial da Liga Independente das Escolas de Samba Trirrienses (Liest), quem abre a série especial é a escola de samba Sonhos de Mixyricka, seguida pela Mocidade Independente de Vila Isabel, Bom das Bocas e Bambas do Ritmo, que vai fechar o ciclo de matérias dedicadas a cada agremiação.

Na edição do próximo sábado (2), os leitores vão conferir uma matéria especial com a ficha técnica das quatro escolas, que no domingo (3), apresentam seus trabalhos na Avenida Condessa do Rio Novo, no centro de Três Rios.

O Sonhos de Mixyricka, começou sua trajetória através de um grupo de rapazes que brincava Carnaval em bailes de clubes de Três Rios. Esse grupo deu origem a referida escola de samba.
Contam alguns integrantes do grupo que, ainda na década de 1970, após criarem um bloco, o denominaram a partir de uma tradução do nome de uma banda de rock, chamada Tanger Dreams. Em 1988, desfilando como bloco de enredo, a agremiação passou à condição de escola ao ser campeã, fazendo uma homenagem ao cinquentenário do Grupo de Amadores Teatrais Viriato Correa (GATVC). Logo em sua estreia no segundo grupo, levou o título e em 1991 foi a vencedora do grupo A, dividindo a premiação com a Mocidade Independente de Vila Isabel.

Em 2014, Sonhos de Mixyricka foi campeão do grupo B, voltando a desfilar no ano seguinte no grupo A, depois de ficar três anos no grupo de acesso. Em 2016 conquistou o título do grupo B, desfilando em 2017 no grupo principal e no ano passado, ao ser novamente campeã do grupo B com o enredo em homenagem a Dorival Caymmi, retornou ao grupo A para o desfile de 2019.

Com 44 anos de existência a agremiação vai abrir o desfile deste ano, às 21h20 de domingo,levando para a avenida o enredo “Mixyricka faz a Festa com Manoel de Barros - Meu quintal é maior que o mundo”, usando o colorido do Pantanal para falar da conexão entre a natureza e o poeta Manoel de Barros.

Com três carros alegóricos, o primeiro setor da escola vai retratar o Pantanal e o índio, que é o dono de tudo, trazendo uma comissão de frente mista com 12 pessoas representando as águas do Pantanal. Segundo o carnavalesco, João Vitor Esteves, que também é o coreógrafo da comissão, surpresas vão ser vistas durante a passagem da escola azul e laranja.

O segundo setor fala sobre o mundo imaginário de Manoel Barros, tendo como destaque o menino Bernardo, que é o personagem principal do livro “Meu quintal é maior que o mundo”. “Este carro promete chamar atenção pelo seu colorido e também por ser bem alegre”, explicou João Vitor.

Já o terceiro e último setor traz as festas, a fé e a poesia dos livros de Manoel de Barros, carro este que faz uma homenagem a Nossa Senhora do Pantanal. “Vale destacar que nossas alegorias deram uma grande evoluída em relação aos tamanhos e estrutura, o abre-alas vem com 17 metros”, disse o carnavalesco.

A bateria de mestre Francisco José Paula (Chiquinho) vem fantasiada de Bernardo e a rainha Meirylem Cunha de onça, que é o animal mais ilustre do Pantanal. O samba de autoria de Fumanchu e do professor Atier, vai ser cantado pelos intérpretes Fumanchu, Krisbella de Paula e Luciano Marciano.
As 11 alas e os 400 componentes vão ajudar a compor o enredo do Mixyricka, que vem trabalhando a topo vapor no barracão, que está funcionando no antigo Social Olímpico na Rua Isaltino Silveira (Rua da Santa Matilde).

Para que o carnaval fique pronto, dez pessoas estão trabalhando no barracão de segunda a segunda, chegando às 8h e não tendo hora para sair. Todas as fantasias já foram entregues e os carros vão ser finalizados na quinta-feira (27). Ainda há vagas disponíveis para desfilar e quem tiver interessado pode ir até ao barracão e procurar pelo carnavalesco João Vitor.

“Quem for assistir ao desfile, contamos com a presença de todos, pode esperar um Mixyricka diferente e gigante em relação aos últimos anos. Quero agradecer a toda a minha equipe (Rosemar, Fernando, Jean, Isabel, Luciano, Igor, Caíque, Neuza e Amanda. O muito obrigado também ao presidente Cirinho, pela confiança no meu trabalho, é o meu primeiro ano como carnavalesco. Fica aqui o nosso agradecimento as coirmãs Bom das Bocas, Bambas do Ritmo e a Mocidade pelo apoio que tem nos dado”, falou João Vitor, que deixou escapar que a agremiação já tem enredo para 2020.

O presidente Cyro Fernando (Cirinho) está ansioso pelo desfile e destaca que não é fácil colocar uma escola na rua. Quero agradecer a população de Três Rios e o prefeito, pelo esforço de realizar o carnaval e convidar a todos para comparecer à avenida.Agradecer também ao pessoal do barracão, alas, e a todos que ajudaram a realizar esse trabalho árduo, que é colocar uma escola na avenida, sem a dedicação de cada um não seria possível”, finaliza Cirinho.

Por Aline Carius

Crédito da Foto: Aline Carius

Publicidade
4 itens por 199
160X600jpg