Vinícius Farah é empossado Deputado Federal

Junto ao ex-prefeito de Três Rios, mais 45 parlamentares formam a bancada fluminense

Três Rios - (Política) - Sábado, 02 de Fevereiro de 2019.

Vinícius Farah é empossado Deputado Federal


Nesta sexta-feira (1º), 46 deputados federais tomaram posse para representar o Estado do Rio de Janeiro na Câmara dos Deputados, em Brasília.
Representante da nossa região, eleito com mais de 57 mil votos, Vinícius Farah, divulgou em suas redes sociais seus agradecimentos e esclareceu sobre o ocorrido na última quarta-feira (30):
“Prezados amigos e amigas, com a mesma transparência de sempre, venho afirmar que honrarei os 57.707 votos que me elegeram Deputado Federal. Tive parecer favorável, inclusive com voto do Ministério Público, na aprovação da minha prestação de contas no Tribunal Regional Eleitoral. Esclarecendo as notícias da última quarta-feira informo que fui intimado para apresentar defesa na ação eleitoral, cujo prazo termina no próximo dia 4 de fevereiro. Não recebi qualquer restrição ou cautelar a ser cumprida na ação penal proposta e tenho a convicção que após a apresentação da defesa o próprio Ministério Público irá opinar pela improcedência do pedido. Tanto os questionamentos quanto à ação penal e eleitoral serão respondidas e esclarecidas no seu devido tempo. Volto a afirmar que sou empresário há 31 anos, antes mesmo de iniciar minha carreira política. Sempre honrei com meus compromissos não havendo qualquer ligação entre meus negócios e minha vida pública. Agradeço a Deus e a todos que estão ao meu lado e garanto que prevalecerão a verdade e a justiça! Um forte abraço do amigo de sempre!”
Dessa vez, 30 são novatos e 16 foram reeleitos. Os parlamentares da bancada fluminense foram eleitos por 21 partidos diferentes.
Wagner Montes (PRB), apresentador de TV que faleceu na semana passada foi substituído por bispo Jorge Braz (PRB), ex-presidente do Procon Carioca no governo de Marcelo Crivella (PRB).
Jean Wyllys (PSOL) abriu mão de seu mandato após receber ameaças de morte. David Miranda (PSOL), que é vereador pelo Rio, é o suplente.

Sete deputados vão concorrer à presidência da Câmara

Sete deputados registraram candidaturas para a presidência da Câmara. Rodrigo Maia (DEM-RJ), que concorre à reeleição, Fábio Ramalho (MDB-MG), 1º vice-presidente na legislatura passada; JHC (PSB-AL), que ocupou a 3ª secretaria da Mesa Diretora na legislatura que se encerrou; General Peternelli (PSL-SP); Ricardo Barros (PP-PR); Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e Marcel van Hattem (Novo-RS) vão disputar os votos dos deputados empossados ontem (1º).
Além da presidência, estão em disputa a primeira e segunda vice-presidência das Casas, quatro secretarias e as respectivas quatro suplências.
A eleição está prevista para começar às 18h. Segundo o Regimento Interno, a sessão é presidida pelo parlamentar mais velho entre os que têm mais mandatos. O deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE) é quem vai conduzir os trabalhos.
Para eleição da presidência da Câmara em primeiro turno é necessária maioria absoluta - o correspondente aos votos de 257 deputados. Se ninguém atingir esse número, há um segundo turno com os dois mais votados. A eleição dos demais integrantes da mesa só ocorre após o presidente ser eleito.

Demais cargos

Para 1º vice-presidente, concorrem Marcos Pereira (PRB–SP) e Hercílio Coelho Diniz (MDB-MG), para 2º vice-presidente, Luciano Bivar (PSL–PE) e Charlles Evangelista (PSL-MG). Para o cargo de 1º secretário, estão na disputa Giacobo (PR-PR) e Soraya Santos (PR-RJ). Mário Heringer (PDT-MG) é candidato a 2º secretário, Fábio Faria (PSD-RN) a 3º secretário e André Fufuca (PP-MA) a 4º secretário.
Para suplentes de secretários registraram candidatura Rafael Motta (PSB-RN), Isnaldo Bulhões Jr (MDB-AL), Geovania de Sá (PSDB-SC) e Assis Carvalho (PT-PI). Com informações da Agência Brasil

Por Redação

Crédito da Foto: Marcelo Camargo_Agência Brasil

Publicidade
728x90
B03 - 300x250